Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Silêncio | Perspe(c)tivas

É Natal. Vamos pensar em quem?

Carla Rodrigues Cardoso


"Mas estás preocupado com isso, porquê? Pensa mas é em ti!" Quem ainda não disse ou não ouviu já alguma coisa semelhante? Como é de pequenino que se torce o pepino, fomenta-se o espírito de competitividade desde tenra idade. São as tabelas que destacam os mais bem comportados, os que têm melhores notas, cantam melhor ou jogam com mais qualidade futebol. Com o desporto em equipa, o espírito de grupo cresce à mesma velocidade da vontade de vencer o adversário, forma suave de designar o quase "inimigo".

Olha por ti, pelos teus interesses, pelo que tu queres. É o mais importante, não é? Talvez. Se cada pessoa vivesse só com o seu umbigo seria cem por cento verdade. Para quem vive em comunidade, olhar apenas para dentro pode impossibilitar de ver quem o rodeia. Ou pior, de ver mas nada sentir.

Dependemos dos outros de milhões de formas nas quais nem sequer pensamos - de quem lava as ruas para não vivermos a limpar porcaria dos sapatos; do padeiro para poder comprar pão quente; da sorridente técnica de farmácia que nos avia as receitas; da mãe que grita para nos lembrar do chapéu de chuva.

Recebe-se na medida em que se dá. Se ao terceiro bom dia do merceeiro a resposta for inexistente, o mais certo é não haver quarto. Aos poucos, em torno de quem apenas pensa em si instala-se um silêncio tão solitário que o ausenta da sociedade.

Diretora da Licenciatura em Comunicação e Jornalismo
Investigadora do CICANT - ECATI
Coordenação Geral da Redação LOC