Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Curso Livre em Artes Urbanas, Cidade e Cultura Digital

Escola de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologias da Informação

Inscrever-me

Secretariado

Fernando Catarino

Objetivos

Este plano de estudos procura proporcionar diferentes insights sobre as expressões e práticas que constituem as artes urbanas, sensibilizando os participantes para as práticas que vêem as cidades como lugares propícios à experimentação.
Propõe-se a introdução a temas fundamentais relacionados com a arte urbana pública aferindo também sobre o papel da cultura digital para sustentação do fenómeno. Consideram-se abordagens teóricas, críticas e práticas da arte urbana pública na contemporaneidade, bem como o legado destes movimentos e experiências urbanas nas cidades dos séculos passados.
Os participantes vão desenvolver competências introdutórias nas seguintes áreas: a) compreensão teórica sobre a arte urbana pública e os seus objetos, contextos e práticas; b) criatividade e exploração de linguagens em contexto digital e experimental; c) criação de conteúdos de enriquecimento curatorial recorrendo a estratégias comunicacionais; d) impacto das tecnologias e da Internet na disseminação da arte urbana pública; c) construção de estratégias e processos criativos que permitam criar e desenvolver projetos orientados para o mercado de trabalho e industrias criativas.

Observações

As artes urbanas reúnem hoje um conjunto de expressões e práticas urbanas com origens muito diversas. Manifestações recentes têm exercido um impacto significativo na paisagem urbana das cidades, onde as infraestruturas fisicas e virtuais actuam e as modelam, entre contextos locais e globais. A comunidade artística apoia-se na Internet e nas suas plataformas para divulgar, promover e disseminar o trabalho artístico. Os artistas assumem cada vez mais uma presença simultaneamente online e física. Neste curso, propomos a reflexão e exploração das narrativas e simbologias que derivam destas manifestações no espaço público, perceber historicamente como se têm vindo a posicionar no contexto urbano, e que relações estabelecem com as plataformas digitais.
A primeira parte do curso, de indole teorico-prática, serão abordados os conceitos, geneologias, e práticas das artes públicas urbanas, que fazem parte das expressões e práticas artísticas urbanas contemporâneas. Sabe-se que as audiências têm um papel cada vez mais determinante na nomeação de novos fenómenos artísticos, não cabendo unicamente aos académicos a criação de termos e descrição de práticas associadas. Também as imagens fotográficas se assumem como instâncias do trabalho realizado nos espaços públicos, que embora indexado ao original, adquirem um novo estatuto e novos significados ao serem dessiminadas pelas redes sociais. Com este enquadramento, serão discutidos os termos street art, arte urbana, artes urbanas, garffiti e arte pública. A cidade será analisada como espaço criativo, de apropriação de culturas urbanas, plataforma de processos participativos, interactivos e agonistas, tornando-se uma inspiração previligiada para as industrias culturais. Os participantes terão oprtunidade de desenvolver uma workshop relacionada com as artes visuais urbanas e meios digitais. Face à profusão de manifestações e práticas, no curso será também explorado o papel da cultura, educação e curadoria digital nestes contextos.
A segunda componente do curso será realizada na Universidade da Beira Interior, onde procuraremos reflectir sobre alguns destes contextos e ambientes através da prática, com um trabalho de projecto inserido numa residência de estudos urbanos de curta duração (Residência Articidades) e em parceria com o Wool - Covilhã Urban Art Festival e a Beira Serra, Associação de Desenvolvimento Local. Nesta unidade serão observados os trabalhos em curso e os resultados do festival Wool na edição de 2017 e anteriores. Na Residência Articidades, os participantes irão desenvolver uma opção de projecto (curadoria digital, guia de percursos de intervenções urbanas, intervenção de arte urbana e/ou requalificação de espaços públicos no bairro da Alâmpada, Covilhã).

Valores

Valor a pagar100 €