Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Nutrição na Infância e Adolescência

Curso

Ciências da Nutrição

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 3,5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

4 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

91 | 45

Código

ULHT1101-12575

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Nutrição na infância:
O Lactente Saudável:a importância dos primeiros 1000 dias de vida. O aleitamento materno vs fórmulas infantis;
Diversificação Alimentar: plano de diversificação alimentar;
Legislação específica das fórmulas infantis e dos alimentos destinados a bebés e crianças de tenra idade;
Situações patológicas específicas: alergias e intolerâncias alimentares, doença celíaca¿
Curvas de crescimento (Peso, altura e IMC)
Nutrição em Idade Pré Escolar e Escolar: importância da educação/intervenção alimentar
A importância dos primeiros anos de vida na definição do padrão alimentar do futuro adulto - principais desafios.
Obesidade infantil: prevenção vs tratamento; consequências a curto, médio e longo prazo
Nutrição na adolescência:
Necessidades nutricionais específicas:
Alterações físicas e fisiológicas: a puberdade e suas repercussões na composição corporal e nas necessidades nutricionais.
Importância da imagem corporal.
Riscos de desequilíbrio: Obesidade..

Objetivos

Abordagem alimentar e nutricional em lactentes, crianças e adolescentes saudáveis.
- necessidades nutricionais específicas da infância e adolescência;
- principais desafios da promoção de uma alimentação saudável nestas faixas etárias;
- enquadramento legal do desenvolvimento e comercialização de produtos para estes grupos bem como a sua comunicação.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Com esta unidade curricular o aluno deverá compreender as principais características físicas e fisiológicas que determinam as necessidades alimentares e nutricionais destes grupos etários bem como as dificuldades e desafios da intervenção nestas faixas etárias.
O aluno deverá ficar apto a intervir do ponto de vista nutricional em indivíduos destes grupos etários, apoiar o desenvolvimento de produtos e a sua comunicação e ainda a desenvolver e implementar planos de promoção de alimentação saudável.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas Teóricas - magistrais, com frequência voluntária,
Aulas Teórico-práticas - orientadas por um docente.
Avaliação Contínua:
O regime de avaliação é preferencialmente de carácter contínuo e valoriza (A) a assiduidade (10%), (B) 2 testes escritos (25% +25%) e (C) resolução de exercícios em grupo e individuais e apresentação oral dos mesmos (40%)
A nota final resulta da aplicação da seguinte fórmula: A (10%) + B (50%) + C (40%)).

A nota mínima admissível para efeito de contabilização é de 9,5 (0/20) valores.

Exame-Global escrito, que incluirá a totalidade dos conteúdos programáticos, lecionados nas aulas teóricas e nas aulas teórico-práticas. Para a aprovação da Unidade Curricular é necessário a obtenção de uma classificação de 9,5 valores neste exame global.
O regime de exame final aplica-se aos alunos que por ele optem.
Melhoria de nota pode ser sob a forma de exame oral e engloba a totalidade da matéria T e TP.

Bibliografia principal

Mahan, L. Kathleen, Escott-Stump, Sylvia. Krause's Food, Nutrition, & Diet Therapy. 12ª edição. Philadelphia: WB Saunders Company
Rêgo, Carla. Obesidade em idade pediátrica: marcadores clínicos e bioquímicos associados a comorbilidade. Porto: T. Nunes Ldª
Legislação nacional