Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Biologia Molecular

Curso

Ciências Farmacêuticas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4,5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

115 | 60

Código

ULHT477-3910

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Mecanismos moleculares
Marcos históricos
Moléculas da biologia molecular: DNA, RNA e proteínas
Dogma central da biologia molecular
Organização do genoma Eucariótico e Procariótico
Replicação do DNA
Mutação e mecanismos de reparação
Expressão génica
Regulação (e desregulação) da expressão génica
Modificações pós-traducionais e mecanismos de degradação de proteínas

Técnicas laboratoriais de Biologia Molecular
Extracção de DNA
Enzimas fundamentais da biologia molecular
Polimerase chain reaction (PCR)
Clonagem molecular
Sequenciação de DNA
Electroforese e hibridação (Southern, Northern e Western blots)
Tipagem genética
Sondas e marcadores moleculares
Técnicas de manipulação da expressão génica em eucariotas
Microarrays de DNA
Detecção de interacções proteína-proteína e proteína-DNA
Noções básicas de bioinformática

Objetivos

Após frequência da UC o estudante conhecerá e compreenderá em detalhe os mecanismos de armazenamento, transmissão e utilização da informação genética bem como os mecanismos envolvidos na regulação destes processos. O aluno conhecerá ainda um conjunto de técnicas de biologia molecular bem como a sua aplicabilidade e respectiva análise e interpretação de resultados.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Adquirirá competências em técnicas de manuseamento e análise de ácidos nucleicos, de expressão de proteínas recombinantes e de interpretação de dados. A aquisição dos conhecimentos acima referidos são de extrema importância para a futura compreensão dos mecanismos moleculares de acção farmacológica e de interpretação de resultados publicados. A promoção da autonomia e responsabilidade no laboratório, bem como a apresentação e discussão de um artigo científico contribuem ainda para desenvolver capacidades de organização, trabalho em grupo e de capacidade de análise crítica de dados científicos.

Metodologias de ensino e avaliação

O ensino assenta na exposição teórica, na resolução de exercícios e na discussão em aula, incluindo vários instrumentos baseados no ensino presencial magistral/tutorial e em ferramentas não-presenciais (e.g. moodle). No ensino tutorial são aprofundados conceitos fundamentais do programa através da execução de trabalhos laboratoriais que permitem consolidar a matéria leccionada.

A)Regime de avaliação contínua- nota final resulta da média ponderada dos seguintes componentes:
Dois testes abrangendo toda a matéria leccionada nas aulas teóricas e laboratoriais (componentes T1 e T2) 30% x2
Desempenho nas aulas laboratoriais 20%(A)
Assiduidade e pontualidade (TL) 5%(B)
Apresentação (+ discussão) de artigo 15%(C)

Nota Final = T1(30%) + T2(30%) + A(20%) + B(5%) + C(15%)

B) Regime de exame e exame de melhoria
Prova escrita englobando a totalidade dos conteúdos programáticos, leccionados.

Bibliografia principal

1. Lodish, H et al., (2012) Molecular Cell Biology, 7th Ed, W. H. Freeman and Co. (Informação complementar online: http://bcs.whfreeman.com/lodish7e/#t_800911)
2. Lewin, B., Genes X, (2011) 10th Ed, Jones & Bartlett Learning.
3. Artigos científicos fornecidos pelo docente.