Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Dermofarmácia

Curso

Ciências Farmacêuticas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Trimestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

4 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

90 | 60

Código

ULHT477-4110

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Unidade 1- Enquadramento Geral
1.1 Aspectos históricos da formulação e utilização de cosméticos
1.2 Enquadramento regulamentar (EU, Japão, Brasil e USA)

Unidade 2- Caracterização funcional
2.1 A pele humana
2.2 Disfunções cutâneas minor

Unidade 3- Formas e sistemas
3.1 Substâncias cosmetologicamente activas
3.2 Estratégias de formulação

Unidade 4- Formulações activas e formulações para grupos restritos ¿ definição e enquadramento
4.1 A cosmética solar e capilar
4.2 Formulações para determinadas faixas etárias ou grupos étnicos
4.3 Produtos fronteira

Unidade 5- A interacção das formulações com a pele humana

Unidade 6- A exploração Quantitativa e a Avaliação Clínica
6.1 Métodos de avaliação da eficácia de produtos cosméticos
6.2 Métodos de avaliação da segurança de produtos cosméticos

Objetivos

Esta UC tem como objectivo constituir uma área de desenvolvimento integrado de conhecimentos no âmbito da Biologia Cutânea. Possuindo um carácter nitidamente multidisciplinar, pretende aprofundar os diversos conceitos que constituem a base da chamada ¿dermatologia experimental¿ na qual se fundamenta a moderna Cosmetologia. A íntima relação que se estabelece com as áreas de veiculação de fármacos torna-a também numa unidade curricular essencial para o desenvolvimento de conhecimentos no âmbito da chamada Tecnologia Farmacêutica.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

O aluno deverá adquirir competências para:
- conhecer a legislação que regulamenta os produtos cosméticos e de higiene corporal;
- conhecer intimamente a fisiologia e fisiopatologia cutânea;
- seleccionar os constituintes cosmetologicamente activos mais adequados a uma determinada formulação cosmética;
- proporcionar aconselhamento dermocosmético competente;
- avaliar, através das metodologias de bioengenharia cutânea, a eficácia e a segurança de produtos cosméticos e de higiene corporal.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas magistrais seguindo o programa definido de acordo com os objectivos da unidade curricular, bem como aulas laboratoriais tutoradas, destinadas a aprofundar alguns dos temas leccionados nas aulas magistrais. Estimula-se a participação dos alunos através de problemas pré-enunciados e sua resolução ou através de material didáctico adequado.

Regime de avaliação contínua: A nota final resulta da média ponderada dos seguintes componentes:
Duas frequências (70%), avaliação de trabalhos em grupo (10%), relatórios (10), testes (5%) e assiduidade (5%).

Regime de avaliação por exame
As provas em regime de exame envolvem a globalidade da matéria ministrada na unidade curricular, havendo uma prova escrita para a componente magistral e outra para a componente tutoreada.

Melhorias
Prova de avaliação oral, englobando a totalidade dos conteúdos programáticos, leccionados quer nas aulas teóricas quer nas aulas laboratoriais.

Bibliografia principal

1. Parra-Juez, J.L. et al., (1995) Ciencia Cosmética Bases Fisiológicas y critérios prácticos, Madrid, Ed.Cons.Gen.Colegios Oficiales de Farmaceuticos
2. Serup, J. et al., (2006). Handbook of non-invasive methods and the skin, Second Edition, Boca Raton, CRC Press
3. Martini, MC, (2011). Introduction à la dermopharmacie et à la cosmétologie, London, Edtions Tec and Doc
4. Walters, K.A., (2002) Dermatological and transdermal formulations, New York, Ed. Marcel Dekker Inc.