Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Fisiologia Humana I

Curso

Ciências Farmacêuticas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4,5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

115 | 60

Código

ULHT477-3575

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Introdução à Fisiologia Humana
Organização do corpo humano, compartimentação fluida
Homeostasia. Mensageiros e seus receptores. Mecanismos e propriedades das interacções ligando-receptor

Bases electrofisiológicas
Nervo. Potencial de repouso e Potencial de acção. Condução e Neurotransmissão. Inibição e Integração sináptica
Músculo estriado (esquelético e cardíaco) e músculo liso. Acoplamento excitação contracção. Contracção isométrica e contracção isotónica. Fontes de energia para a contracção. Controlo neuronal da contracção muscular

Controlo das funções fisiológicas
O sistema nervoso central (SNC) e o sistema nervoso periférico (SNP)
Sistema nervoso somático e sistema nervoso autónomo (SNA)
Sistema sensorial e Orgãos dos sentidos
Transmissão e integração da sensibilidade somatosensitiva. Nocicepção.
Controlo da postura e movimento
Outras funções

Sistema Endócrino
Acção e regulação hormonal
O eixo hipotálamo-hipofise
Pancreas endócrino

Objetivos

A Fisiologia Humana é uma das áreas fundamentais para a formação do conhecimento biomédico e biofarmacêutico. Integra diversos conhecimentos da biologia celular à química e bioquímica e à morfologia funcional, sendo essencial para uma compreensão sustentada da farmacologia, da terapêutica e da toxicologia, bem como para a tecnologia farmacêutica e da veiculação de fármacos.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Pretende-se que, no final desta unidade, os alunos adquiram os principais fundamentos da organização funcional do corpo humano com especial enfoque na homeostasia, e nos mecanismos que contribuem para a sua manutenção ¿ Sistema Nervoso e Sistema Endócrino. Deverá daqui resultar uma visão integrada do funcionamento dos organismos de organização superior que prepare para a abordagem da fisiologia dos orgãos e sistemas bem como da fisiologia integrada, essenciais à compreensão da doença e dos seus mecanismos.

Metodologias de ensino e avaliação

As metodologias de ensino aprendizagem incluem diversos instrumentos, baseados no ensino magistral /tutorial e no ensino teórico-prático, presenciais. Outros instrumentos de caracter não-presencial (moodle p.ex.) completam e diversificam as opções disponibilizadas. Em laboratório são aprofundados alguns dos temas centrais do programa através de simuladores de sinais biológicos, sistemas de medição de indicadores fisiológicos (EMG, ECG, pressão arterial), aprendizagem por problemas entre outros.

O regime de avaliação é preferencialmente de caracter contínuo, resultando da valoração dos elementos de avaliação presencial (A) que incluem os testes escritos e as frequências (55%) e (B) outros elementos de avaliação em ambiente tutoriado (P/TP) incluindo o desempenho em laboratório/sala de aula (45%). (Final = A (55%) + B (45%).
O regime de exame final aplica-se aos alunos que por ele optem.
A melhoria de nota pode ser realizada sob a forma de exame oral.

Bibliografia principal

VANDER, Arthur, et al (2014), Vanders Human physiology: the mechanisms of body function, 13th ed., Boston, McGraw-Hill, , ISBN 978 1 259 08082 1 (disponivel em português)

GANONG W F., (2011), Medical Physiology, A systems Approach, Lange McGraw-Hill Eds., ISBN 978-1-25900962-4 (disponível em português)

GUYTON, Arthur C., et al., (2000), Textbook of medical physiology, 10th ed, Philadelphia, W.B. Saunders Company, ISBN 0-7216-8677-X

BERNE, Robert M., et al, (2000), Principles of physiology, 3rd ed., St. Louis, Mosby, ISBN 0-323-00813-5

TRESGUERRES, Jesús, et al. (2005), Fisiologia Humana 3 ed., Madrid, McGraw-Hill Interam Eds, ISBN 84-486-0647-7