Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Saúde Pública

Curso

Ciências Farmacêuticas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Trimestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

4 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 60

Código

ULHT477-966

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1.1. Definição de saúde e bem-estar.
1.2. Conceito social de saúde e de campo de saúde
1.3. Os diversos pontos de vista sobre saúde
1.4. Conceito de Saúde Pública
1.5. Dimensões dos ganhos em saúde
1.6. O direito à saúde e aos cuidados de saúde
1.7. Contexto social e distribuição da saúde
1.8. A saúde pública na europa: valores e estratégias
1.9. O estado da saúde na União Europeia
1.10 A agenda europeia em Saúde Pública
1.11 Conclusões do relatório Black
1.12 Desigualdades em saúde
1.13 Determinantes das principais causas de mortalidade e morbilidade
1.14 Risco atribuído a 11 factores de risco
1.15 Oportunidades para a criação de saúde
1.16 Determinantes da saúde
1.17 Princípios da promoção da saúde. A carta de Ottawa
1.18 O Programa Nacional de Vacinação
1.19 Medição do estado de saúde
1.20 Indicadores de saúde

Objetivos

Esta unidade curricular aborda os fundamentos conceptuais da Saúde Pública, bem como as metodologias utilizadas e os indicadores que permitem caracterizar o potencial de saúde de uma comunidade. Aborda os fundamentos gerais da epidemiologia como ciência que contribui para o desenvolvimento da Saúde Pública. O ciclo de vida do medicamento é abordado focando as funções e a distribuição de responsabilidades dos diversos intervenientes. Aborda as estratégias de promoção da saúde e de prevenção e controlo das doenças utilizadas em Saúde Pública.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Pretende-se que os estudantes adquiram as seguintes competências:
Conhecer os principais conceitos de saúde pública
Saber identificar um problema de saúde pública e as potenciais soluções disponíveis
Utilizar os conhecimentos adquiridos no respectivo exercício profissional
Enquadrar a saúde pública na política de saúde


Metodologias de ensino e avaliação

O ensino tem uma componente teórica e uma componente prática.
Na componente teórica são expostos os conteúdos teóricos da disciplina em aula
Na componente prática são realizados trabalhos de grupo em que se analisam, apresentam e discutem artigos científicos pelos alunos. Com o mesmo formato são também realizados trabalhos escritos sobre temas propostos pelos docentes.

Método de Avaliação:
A avaliação pode ser contínua ou por exame final
A avaliação continua é realizada através da combinação de uma prova escrita individual, cuja ponderação é de 60%, e da apresentação dos trabalhos de grupo, cuja ponderação é de 40% da média da classificação dos trabalhos realizados.

Tanto na época de recurso como na época especial a avaliação é exclusivamente realizada através de prova escrita, versando toda a material da disciplina.

Bibliografia principal

Cipriano, J. (2014). O elogio da razão em tempos difíceis. Campo da Comunicação.

Raymond, L., P, Goldsteen., Terry, D. (2014). Introduction to Public Health. Springer Pub.
James, B., Jan, M. (2014) Leading Public Health. Springer Pub. Co.

Barry S. L., Joyce R. G (2011). Mastering Public Health: Essential Skills for Effective Practice. Oxford University Press.