Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Mestrado em Ensino da Matemática no 3º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário

Escola de Ciências Económicas e das Organizações

Apresentação do Curso

O plano de estudos deste ciclo de estudos respeita o estipulado no Decreto-Lei nº 79/2014 de 14 de maio, que aprova o novo regime jurídico da habilitação profissional para a docência na educação pré-escolar e nos ensinos básico e secundário. De acordo com o seu anexo, este ciclo de estudos habilita profissionalmente para a docência em Matemática no 3º ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário.
No 2º ano, a unidade curricular "Observação e Iniciação à Prática Profissional" (Estágio) decorrerá numa Escola do 3º ciclo do Ensino Básico ou numa Escola Secundária. Esta unidade curricular permitirá ao aluno ter um contacto direto com a realidade escolar e iniciá-lo-á na atividade letiva sempre com a supervisão de um professor da respetiva Escola e com a orientação de um Professor da Universidade. Para que o aluno seja aprovado nesta unidade curricular é necessário que obtenha nota positiva quer na unidade curricular quer no Relatório final que será objeto de discussão pública.

Despacho do curso

Despacho nº 27149/2009, 17 de Dezembro, alterado pelo Despacho nº 10230/2015, 14 de setembro

Estado de acreditação pela A3ES

Acreditado

Data da publicação

13/08/2012

Deliberação da A3ES

Grau ou Diploma conferido | Duração | ECTS

Mestre |4 Semestres |120 ECTS

Direção do Curso

Professora Doutora Teresa Almada

Sub-direção de Curso

Professor Doutor Artur Silva

Secretariado

Daniela Resende

Condições de Ingresso

1.As condições de acesso ao ciclo de estudos são as estipuladas no Decreto-Lei 79/2014, de 14 de Maio.
2.Os critérios de avaliação do domínio oral e escrito da língua portuguesa, prevista no Decreto-Lei 79/2014 são definidos pela comissão científica.
3.A avaliação do domínio oral e escrito da língua portuguesa é efectuada através de uma prova escrita e oral organizada pelo Instituto de Línguas da Universidade Lusófona expressamente para este ciclo de estudos.
Os critérios de selecção dos candidatos são os descritos no artigo 7.º do referido regulamento e contemplam:
- classificação do grau académico;
- apreciação do currículo académico e profissional;
- classificação obtida na prova de língua portuguesa e o resultado de uma entrevista, se assim for considerado necessário pela comissão de acompanhamento, de entre outros.

Requisitos de Graduação

Ter concluído um total de 120 ECTS

Objetivos

A Matemática é parte integrante do património cultural da humanidade a que todos devem ter acesso. A educação matemática é determinante na formação integral do indivíduo, revelando-se da maior importância para o exercício de uma cidadania plena. O principal objetivo deste ciclo de estudos é o de preparar futuros profissionais do ensino da Matemática capazes de criar nos seus alunos atitudes mentais que:
1. Estimulem a criatividade e o espírito crítico, que constituem a força motriz no desenvolvimento do trabalho independente e na criação de novo conhecimento;
2. Desenvolvam a capacidade de elaborar argumentos com base no raciocínio dedutivo;
3. Desenvolvam a capacidade para esboçar conjeturas com base em analogias e no raciocínio indutivo;
4. Desencadeiem hábitos de trabalho metódico;
5. Desenvolvam a habilidade para lidar com informações e para usá-las em situações concretas.

Destinatários

Futuros professores de Matemática no 3º ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

As competências a adquirir foram definidas tendo em consideração a experiência acumulada pelo Departamento de Matemática. Esta experiência incluiu a assistência de aulas de estagiários e de professores das Escolas que orientavam os alunos.
Deste modo, o plano de estudos foi elaborado tendo em vista a aquisição de competências que permitam:
- O desenvolvimento de estratégias diversificadas de ensino e aprendizagem capazes de fomentar a criatividade e o espírito crítico e promover a auto-estima;
- Identificar e respeitar as diferenças culturais e pessoais dos alunos e demais membros da comunidade educativa, valorizando as diferenças e combatendo qualquer processo de exclusão ou de discriminação;
- Promover aprendizagens no âmbito dos objetivos do projeto curricular de turma, desenvolvendo as competências essenciais e estruturantes que o integram;
- Estimular a aplicação dos conhecimentos adquiridos na interpretação de fenómenos, destacando o essencial do acessório e descortinando os argumentos principais e específicos dos meramente circunstanciais;
- Promover hábitos de trabalho metódico;
- Selecionar e elaborar problemas capazes de motivar os alunos e de despertar vocações;
- Apresentar exemplos e contra-exemplos capazes de satisfazer a curiosidade dos alunos e proporcionar-lhes um ambiente de trabalho favorável ao desenvolvimento das suas potencialidades;
- Identificar dificuldades de aprendizagem e definir estratégias para ultrapassá-las;
- Identificar vocações e aptidões especiais para a Matemática e proporcionar um ambiente favorável ao seu desenvolvimento.
O painel de especialistas que apreciaram o pedido de funcionamento submetido à DGES, consideraram que "[...] Os programas das unidades curriculares das áreas da Matemática ("Conceitos Fundamentais da Matemática") e da Didática da Matemática ("Didática da Matemática I", "Didática da Matemática II", "Didática da Álgebra", "Didática da Geometria") encontram-se muito bem elaborados [...]".
As unidades curriculares da didática da matemática são ministrados por Doutores em Matemática que conhecem bem os meandros da atividade de investigação e que possuem larga experiência na orientação de estágios no modelo de formação de professores "pré-Bolonha". Esta experiência confere àqueles doutores não apenas competências a nível da Didática da Matemática como também uma consciência muito clara das reais necessidades na formação de futuros professores, designadamente no que se refere à formação Matemática. Estas necessidades podem ser colmatadas no âmbito das unidades curriculares da área da Didática bem como na unidade, na área da docência.
É ainda de referir a inclusão, no plano de estudos, das unidades curriculares "Alterações comportamentais em sala de aula" e "Educação para uma cidadania multicultural" que conferirá competências que permitirão enfrentar com alguma confiança os desafios que atualmente são colocados no contexto de sala de aula.

Equipamentos e Instalações

O Ciclo de estudo dispõe das seguintes instalações de apoio às atividades letivas:
- Centro de Trabalho Tecnológico;
- Biblioteca;
- Salas de Estudos.
Todas as nossas salas estão igualmente equipadas com: Videoprojetor portátil, PC/Netbook portátil e retroprojetor.

Estudos Futuros

O grau de Mestre permite a candidatura a estudos pós-graduados, nomeadamente Doutoramentos.

Saídas Profissionais

Professor de Matemática no 3º ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário.
Atividade de formador em Empresas vocacionadas para a formação Profissional.

Investigação

No período compreendido entre 2002 e 2009, o Departamento de Matemática obteve da FCT financiamento para 3 projetos de investigação, o último dos quais em parceria com a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
No período compreendido entre 2009 e 2014 foram publicados mais de uma centena de artigos científicos.
O Professor Aleksandar Mikovic foi um dos convidados para integrar o projeto "Quantum Geometry and Quantum Gravity" - Networking programmes of European Science Foundation (ESF).
O corpo docente, a atividade de investigação desenvolvida e as relações estabelecidas com Centros de Investigação de Excelência garantem a integração do doutorando no meio académico e insere-o num ambiente muito dinâmico de investigação.

Observações

Corpo docente: O Departamento de Matemática possui um corpo docente próprio e altamente qualificado. Destacamos o Professor Doutor Graciano de Oliveira cuja idoneidade científica toda a comunidade reconhece, a Professora Doutora Fernanda Aragão de Oliveira que foi a responsável pelo Centro de Matemática da Universidade de Coimbra no período compreendido entre 1994 e 1997 e o Professor Doutor Artur Silva que exerceu a profissão de professor de Matemática no Ensino Secundário durante cerca de 30 anos.
O corpo docente é maioritariamente jovem, dinâmico e altamente produtivo. Salientamos, a título de exemplo, os Professores Doutores Alessia Mandini, André Fonseca, Bruno Simões, Gilda Ferreira, João Prata, Nuno Costa Dias, Pedro Antunes e Rui Ferreira. Todos os doutores exercem a sua atividade exclusivamente nesta Universidade e grande parte deles são membros de Centros de Investigação de excelência reconhecidos e avaliados pela FCT.
Um dos doutores deste ciclo de estudos encontra-se a desenvolver o projeto "Conceitos Fundamentais da Matemática: uma abordagem didática a nível do 3º ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário" com vista à obtenção do grau de doutor na especialidade de Didática da Matemática.
Na execução deste ciclo de estudos, o Departamento de Matemática tem a colaboração da Faculdade de Psicologia e do Instituto da Educação da ULHT.

Áreas Científicas

Matemática | Formação de professores de áreas disciplinares específicas | Ciências da educação

Plano de Estudos

Despacho nº 27149/2009, 17 de Dezembro, alterado pelo Despacho nº 10230/2015, 14 de setembro
1.º Ano/ Tronco comumSemestre ECTS
Conceitos Fundamentais da Matemática1º Semestre10
Currículo, Metodologias de Ensino e Avaliação1º Semestre5
Didática da Álgebra1º Semestre10
Didática da Matemática1º Semestre10
Alterações Comportamentais em Sala de Aula2º Semestre5
Desenvolvimento Cognitivo2º Semestre5
Didática da Geometria2º Semestre10
Fundamentos da Matemática Elementar2º Semestre10
Psicologia da Educação 2º Semestre5
2.º Ano/ Tronco comumSemestre ECTS
Observação e Iniciação à Prática Profissional (Estágio)Anual30
SeminárioAnual5
Dissertação2º Semestre15

Valores

Titulares de curso superior 120 €
Titulares de curso superior (Grupo Lusófona) 0 €
Antecipa-te 0 €
Alunos externos 0 €
Seguro Escolar40 €
Matrícula e Incrição175 €
Valor médio mensal para 30 ECTS para disciplinas semestrais 205,2 €
Valor por ECTS 6,84 €