Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

História e Crítica do Texto Dramático I

Curso

Artes Performativas e Tecnologias

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 60

Código

ULHT1639-14383

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. A tragédia grega nos seus contextos
1.1 Epopeia e lírica
1.2 O ritual e o festival;
1.3 A polis e a democracia
1.4 O teatro
2. Análise da tragédia clássica
2.1 Ésquilo: Oresteia
2.2 Sófocles: Rei Édipo e Antígona;
2.3 Eurípides: Medeia e As Bacantes
3. A crítica da mimesis dramática: da República à Poética
4. Teorias do trágico: Hölderlin, Hegel, Nietzsche
5. Da comédia ática à romana: fenomenologia do cómico.
5.1 Aristófanes, As Nuvens e Os Acarnenses
5.2 Plauto, O Soldado Fanfarrão
6. Autos e Mistérios: o teatro medieval, a profanidade e o sagrado
7. A tradição japonesa: fundamentos históricos, estilísticos e performativos do texto Nô
7.1 Zeami, Fushikaden e Haragomo
8. Origens da modernidade teatral: as tradições italiana e espanhola
8.1.Maquiavel, A Mandrágora
8.2 Goldoni, Arlequim, servidor de dois amos
8.3 Calderón de la Barca, A Vida é Sonho

Objetivos

Articular problemáticas insistentes na tradição universal das artes cénicas pelo contacto com os seus textos marcantes ou fundadores, desde o período clássico até ao início da Modernidade.
Reflectir a noção de um cânone textual como inscrição mandatória ou genética numa história e teoria da cultura.
Reconhecer a persistência de um diálogo interno na tradição textual dramática e na sua relação aos contextos culturais, conceptuais e históricos da prática teatral.
Desenvolver capacidades de confronto, reconhecimento e apropriação de paradigmas dramáticos e meta-dramáticos de forma preocupada com o seu significado cultural.
Fornecer instrumentos de intervenção e reflexão crítica para a prática artística suportados num conhecimento da história teórica e cultural do teatro

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Pretende-se capacitar os alunos para
a leitura dos grandes textos da tradição teatral
a compreensão do fenómeno teatral na sua relação ao contexto geral da cultura grega e clássica
a identificação da tragédia e da comédia ática nas respectivas dimensões textuais e fenomenológica
a identificação das estruturas históricas e culturais determinantes das práticas dramáticas medievais
a compreensão do significado da síntese japonesa no contexto de uma história universal do teatro
a identificação dos contextos produtivos e ideológicos subjacentes ao renascimento teatral europeu

Metodologias de ensino e avaliação

Os textos mencionados nos conteúdos programáticos serão lidos em aula, no todo ou em parte, comentados pelo docente e sujeitos a discussão argumentativa. Compreendem as aulas assim momentos expositivos e momentos cooperativos de análise textual ou de outras fontes documentais aduzidas. Relacionam-se estas metodologias com as que dizem respeito à aprendizagem, que se dividirão em: a) recapitulativas (resumo de obras, fichas de leitura, resenha crítica; b) criativas (comentários, anotação críticas, ensaio.
A avaliação final resultará da ponderação dos trabalhos recapitulativos e criativos (individuais ou em grupo) realizados ao longo do ano e do ensaio final sobre um tema emergente dos conteúdos leccionados (a propor pelo aluno)
A disciplina obriga a uma presença em aula de 75%. Ficam dispensados de exame os alunos que obtenham nota igual ou superior a 10 valores.

Bibliografia principal

ANDREWS, R., The Performance of Comedy in Renaissance Italy, Cambridge: CUP, 1993
BOWIE, A.M., Aristophanes: Mith, Ritual and Comedy, Cambridge: CUP, 1996
CASCARDI, The Limits of Illusion, A Critical Study of Calderón, Cambridge, CUP, 1984
CORNFORD, F. M., The Origins of Attic Comedy, Londres: E. Arnold, 1914
FISCHER-LICHTE, E., History of European Drama and Theatre, Londres: Routledge, 2002
HEGEL, G.W.F., Aesthetics: Lectures on Fine Art, Oxford: OUP, 1998
HOMERO, Ilíada, Lisboa: Cotovia, 2007
KENKO, Tsurezureguza, Londres: Milford, 1914
LESKY, A., A Tragédia Grega, São Paulo: Perspectiva, 1996;
McDONALD, M., WALTON, J. (ed), The Cambridge Companion to Greek and Roman Theatre, Cambridge: CUP, 2007
NIETZSCHE, F., El Origen de la Tragedia, Madrid: Espasa-Calpe, 2007
REHM, R., Greek Tragic Theatre, NY: Routledge, 1992
SEGAL, C., Sophocles' Tragic World, Cambridge, Mass: Harvard UP, 1995
SIMON, E. (ed) The Theatre of Medieval Europe, Cambridge: CUP, 1991