Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

História e Crítica do Texto Dramático II

Curso

Artes Performativas e Tecnologias

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 60

Código

ULHT1639-14393

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. O teatro como "poema infinito". Shakespeare: Hamlet e A Tempestade.
2. O teatro como lugar do sujeito: Corneille: A Ilusão Cómica. Calderón: A Vida é Sonho
3. Poética do desvio. Molière: O Doente Imaginário.
4. A idade da ironia. Kleist: Sobre a Vida das Marionetas e Pentesileia. Buchner: Woyzeck
5. A idade da relação. Ibsen: Casa de Bonecas. Tchekov: O Tio Vânia e A Gaivota
6. Matrizes vanguardistas. Strindberg: O Sonho. Durrenmatt: O Despertar da Primavera
7. Modernismo(s). Brecht: A Ópera dos Três Vinténs. Pirandello, Sete Personagens em Busca de Autor
8. Teoria e prática do "pós". Beckett: À Espera de Godot, Fim de Partida e Eu não.
9. Para uma era indramática. Artaud, Para acabar de vez com as obras primas. Cage, Roaroratorio. Churchil, Longe. Muller, Máquina Hamlet.

Objetivos

. Articular problemáticas insistentes na tradição europeia das artes cénicas pelo contacto com os seus textos marcantes ou fundadores, desde a primeira modernidade isabelina até à época contemporânea.
. Reflectir a noção de um cânone textual como inscrição mandatória ou genética numa história e teoria da cultura.
. Reconhecer a persistência de um diálogo interno na tradição textual dramática e na sua relação aos contextos culturais, conceptuais e históricos da prática teatral.
. Desenvolver capacidades de confronto, reconhecimento e apropriação de paradigmas dramáticos e meta-dramáticos de forma preocupada com o seu significado cultural.
. Fornecer instrumentos de intervenção e reflexão crítica para a prática artística suportados num conhecimento da história teórica e cultural do teatro

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Pretende-se capacitar os alunos para:
. a leitura dos grandes textos da tradição teatral
. a compreensão do fenómeno teatral na sua relação ao contexto geral da cultura moderna e contemporânea
. a identificação da principais correntes e tensões da história moderna e contemporânea do teatro nas suas dimensões textual e fenomenológica
. a identificação das estruturas históricas e culturais determinantes das práticas dramáticas isabelina, moderna, romântica, naturalista, modernista e contemporânea
. a identificação dos contextos produtivos e ideológicos subjacentes à modernidade e contemporaneidade teatral ocidental

Metodologias de ensino e avaliação

Os textos assinalados nos conteúdos programáticos serão lidos pelos alunos, comentados pelo docente e sujeitos a discussão argumentativa. As aulas compreendem, assim, momentos expositivos e momentos cooperativos de análise textual ou de outras fontes documentais aduzidas. Relacionam-se estas metodologias com as que dizem respeito à aprendizagem, que se dividirão em: a) recapitulativas (resumo de obras, fichas de leitura, resenha crítica; b) criativas (comentários, anotação críticas, ensaio.
A avaliação final resultará da ponderação dos trabalhos recapitulativos e criativos (individuais ou em grupo) realizados ao longo do ano e do ensaio final sobre um tema emergente dos conteúdos leccionados (a propor pelo aluno)
A disciplina obriga a uma presença em aula de 75%. Uma assiduidade inferior equivale a reprovação. Ficam dispensados de exame os alunos que obtenham nota igual ou superior a 10 valores.

Bibliografia principal

Allan, S., The Plays of Heinrich von Kleist. Cambridge: CUP, 1996
Badiou, A., Beckett, Paris: Hachette, 2006
Beitchman, P., The Theatre of Naturalism, Disappearing Act. NY: Peter Lang, 2011
Brecht, B., Estudos sobre Teatro. Lisboa: Portugália, 1976
Calder, A., Molière. The Theory and Practice of Comedy. London: Athlone, 1996
Cantor, P. A., Shakespeare, Hamlet, Cambridge: CUP, 2004
Carlson, M., Teorias do Teatro, S. Paulo: Unesp, 1995
Drain, R., Twentieth-Century Theatre. A Sourcebook, London: Routledge, 2004
Fischer-Lichte, E., History of European Drama and Theatre, London: Routledge, 2002
Gontarski, S. E., On Beckett. London: Anthem, 2012
Gottlieb, V., The Cambridge Companion to Chekhov. Cambridge: CUP, 2000
Innes, C., Avant-garde theatre 1892-1992. London: Routledge, 1993
McEachern, C., The Cambridge Companion to Shakesperean Tragedy. Cambridge: CUP, 2002
Szondi, P., Teoría del Drama Moderno. Barcelona: Destino, 1994