Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Interpretação e Direção de Atores II: Cinema e Audiovisual

Curso

Artes Performativas e Tecnologias

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 60

Código

ULHT1639-14394

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Aplicação das várias técnicas ao dispositivo cinematográfico
Exercícios práticos de diferentes técnicas de representação.
Formação da massa crítica e análise
Técnica de audições em regime experimental.
Aplicação da dramaturgia aplicada à prática (representação de cenas)
Análise e observação da prática e do resultado dos exercícios práticos
Desenvolvimento prático e exercícios com a aplicação de diferentes técnicas
Exploração dramática de situações diferentes
Experimentação de diferentes técnicas de representação cinematográfica
Cenas e sequências (com atores e registo de imagem)
Exercício final de produção de uma curta metragem.

Objetivos

Através da experimentação e do trabalho desenvolvido o aluno deverá ganhar capacidades na transformação do conhecimento em trabalho prático de actor nas diferentes plataformas áudio-visuais que poderá encontrar na sua vida profissional: televisão e cinema.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Os alunos terão uma visão clara da evolução das várias formas de interpretação cinematográfica e do efeito do seu caráter experimental com o intuito de obterem uma descoberta e uma identificação a partir do trabalho executado, a partir de qualquer exemplo de obra cinematográfica assim como o contacto com as várias aplicações práticas.

Metodologias de ensino e avaliação

Metodologia a partir de conhecimentos da importância e presença do dispositivo técnico associado ao trabalho com o equipamento de registo de imagem e equipamento básico.
Diferenças entre os géneros cinematográficos.
Os alunos irão proceder essencialmente a exercícios práticos básicos e experimentais de comportamentos enquanto actores e enquanto personagens
Estes exercícios práticos de representação terão como base de análise o resultado do registo de imagem dos mesmos.

Bibliografia principal

James Naremore, Acting in the Cinema, Berkeley, University of California Press, 1988.

Vsevolod I. Pudovkin, Film Technique and Film Acting, Londres, Vision Press Limited, 1974 (1930).

Michael Rabiger, Directing Film Techniques and Aesthetics, Burlington, Focal Press, 2003.

Assumpta Sena, O Trabalho do Actor de Cinema, Edição Cine-Clube de Avanca, 2001.

Judith Weston, Directing Actors. Studio City, Michael Wiese Productions, 1999.