Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Mediação das Artes

Curso

Artes Performativas e Tecnologias

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 60

Código

ULHT1639-14387

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Introdução.
Conceitos essenciais, temas recorrentes e enquadramento teórico da mediação das artes.

2. Contextos: a apresentação da obra de arte.
Espaços privilegiados de apresentação, representação e interpretação da obra de arte. O caso do museu de arte: figuras, paradigmas e políticas. Os casos do espaço público, do white cube e da performance no white cube.

3. Cernes: a interpretação da obra de arte.
Interpretação e recepção da obra de arte. Participação, intervenção, interacção, educação e emancipação dos públicos das artes. As artes como ferramenta e/ou o triunfo da educação: educação artística, arte terapia, educação pela arte, serviços educativos e outros. Os públicos e as artes: públicos reais, públicos potenciais, anti-públicos, não públicos e públicos colaterais.

Objetivos

Ao concluir a unidade curricular, o aluno deve ser capaz de:

¿ Definir conceitos chave da mediação das artes, apropriando-se destes na sua articulação verbal e escrita e melhorando a sua capacidade de comunicação no âmbito académico, artístico e laboral.

¿ Distinguir circuitos de apresentação e receção da obra de arte, reconhecendo paradigmas, estratégias e condutas profissionais, interpretando criticamente o panorama contemporâneo e integrando-se, mais eficaz e harmoniosa, no meio profissional.

¿ Reconhecer, enquadrando histórica e socialmente, diferentes metodologias de apresentação e mediação das artes, sendo capaz de desenvolver reflexões críticas que permitam encontrar estratégias, linhas de trabalho e identidade próprias.

¿ Assimilar orientações teóricas da mediação das artes, enunciando seus autores e características e sendo capaz de produzir reflexões informadas e pertinentes sobre o panorama catual da apresentação, interpretação e receção das artes.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Ao concluir a unidade curricular, o aluno deve ter adquirido:

¿ Conhecimentos no âmbito da estética contemporânea que lhe permitam recorrer com pleno saber aos seus conceitos especificamente relacionados com a interpretação e a fruição do público.

¿ Capacidades que lhe permitam situar-se, como artista mas também como espectador, no meio artístico contemporâneo.

¿ Competências para formular, desenvolver e apresentar propostas no âmbito da mediação da arte contemporânea, socorrendo-se dos seus conceitos de forma clara, atual e sem qualquer ambiguidade.

Metodologias de ensino e avaliação

A unidade curricular estará estruturada em blocos temáticos que, pela sua coerência e continuidade, permitirão ao aluno identificar e reconhecer conceitos programáticos e amadurecer aprendizagens.
Ao longo dos blocos temáticos, as aulas obedecerão a uma estrutura semelhante entre si que contemplará
1) momento expositivo;
2) momento de leitura e reflexão crítica conjunta de conteúdos propostos na aula anterior;
3) debate.
Para todas as leituras ¿ entregues na aula anterior ¿ será solicitado um trabalho escrito, interpretativo, com um máximo de 1 página e em formato digital.
A avaliação será contínua distribuída equitativamente entre: avaliação contínua e reflexão em aula (33%), produção escrita (33%) e participação e assiduidade nas aulas e nas visitas de campo (33%).

Bibliografia principal

ADORNO, Theodor W., ¿Válery Proust Museum¿ in Prisms, Londres, MIT Press, 1983.
BISHOP, Claire (ed.), Participation, Londres, The MIT Press, Whitechapel Art Gallery, 2006.
BOURRIAUD, Nicolas, Estética relacional, Buenos Aires, Adriana Hidalgo, 2008.
BUTSCH, Richard, ¿Crowds, Publics and Consumers: Representing English Theatre Audiences¿ in Participations: Journal of Audience & Reception Studies, n.º1, vol. 7, 2010.
CRIMP, Douglas, On the Museum¿s Ruins, Londres, The MIT Press, 1993.
FOUCAULT, Michel, O que é um autor?, s.l., Vega, 1992.
FRIELING, Rudolf (org.), The art of participation: 1950 to Now, Londres, Thames & Hudson, 2009.
HOOPER-GREENHILL, Eilean, The Educational Role of the Museum, s.l., Routledge, 1999.
O¿DOHERTY, Brian, Inside the White Cube. The Ideology of the Gallery Space, Los Angeles, University of California Press, 1999.
O'NEILL, Paulo (ed.), Curating and the educational turn, s.l., Open Editions, 2010.