Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Movimento e Coreografia II

Curso

Artes Performativas e Tecnologias

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 60

Código

ULHT1639-14395

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

O programa é composto por três partes distintas: Consciência Corporal (I), Consciência Espacio-Temporal (II) e Preparação Física (III). Cada aula será composta por elementos de cada uma das partes.

Parte I. Exercícios de pesquisa de movimento a partir de diferentes partes do corpo (diferentes focos). Exercícios sobre as decisões no movimento improvisado. Exercícios a partir de sensações físicas.

Parte II. Exercícios que potenciam a relação consciente do corpo com o espaço e com o tempo através da escuta e da observação. Exercícios de integração do espaço nos acontecimentos do corpo.

Parte III. Exercícios de Pilates, Yoga e outras técnicas. Exercícios de resistência física, fortalecimento muscular e flexibilidade. Exercícios de apropriação de partituras de movimento para desenvolver coordenações motoras. Análise da postura e hábitos motores.

Objetivos

O aluno deverá ter a capacidade de, em situação performativa, tomar consciência do seu corpo, do espaço que o rodeia e consequentemente das suas possibilidades, tornando-se capaz de agir no presente com foco e autonomia. Neste sentido, este programa propôe um trabalho aprofundado sobre a percepção, consciência, e as escolhas que o performer faz no seu presente em cena.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Desenvolver uma relação consciente com o corpo e aplicá-la na prática artística.
Desenvolver a coordenação motora.
Estimular a disponibilidade e a autonomia no aluno.
Despertar para uma relação consciente do corpo com o espaço.
Despertar para a consciência da anatomia no movimento (esqueleto/articulações, músculos, centro de gravidade/periferia).
Desenvolver a noção de escuta, de tempo cénico e duração e de responsabilidade cénica.
Desenvolver a percepção e a consciência das possibilidades em cena.
Estimular a capacidade de tomar decisões no presente.
Estimular a capacidade de estabelecer o equilíbrio entre o interior e o exterior através do menos desfasamento entre pensamento e acção.
Estimular o processo de auto-aprendizagem a partir de trabalhos de investigação/experiência individual, da observação do outro e do discurso oral.
Desenvolver o sentido crítico e reflexivo.
Estimular a capacidade de reflexão a partir da escrita.

Metodologias de ensino e avaliação

O trabalho a desenvolver é de carácter prático. Os exercícios são, na maioria, de pesquisa individual ou colectiva. O aluno age no presente, integrando a informação dada, adaptando-a ao seu corpo e criatividade. Ser-lhe-á solicitada a apresentação de exercícios de experimentação junto do grupo, alternado assim a acção e a observação.
Regularmente, pedir-se-lhe-á que reflicta o seu trabalho através da escrita. Pretende-se levá-lo à descoberta dos seus próprios processos de aprendizagem e de construção cénica.

Avaliação contínua e periódica. Elementos de avaliação: apresentação de exercícios em grupo e individuais, exercício de escrita.

Critérios: iniciativa/participação - 10%; Atenção/Observação - 10%; Criatividade - 10%; Controlo do corpo e coordenação - 10%; Relação consigo/com o outro - 10%; Relação ao espaço - 10%; Resposta Crítica - 10%; Sentido de responsabilidade grupal - 10%; Escrita - 10%; Evolução - 10%.
A UC, pelo seu cariz prático, obriga a uma presença em aula de 80

Bibliografia principal

Herrigel, Eugen, Zen e a arte do tiro com arco, Lisboa: Assírio e Alvim, 1997

Mamet, David, True and False: Heresy and Common Sense for the Actor, New York: Vintage books, 1999

Savater, Fernando, A Coragem de Escolher, Lisboa: Dom Quixote, 2004