Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Economia e Globalização

Curso

Ciência Política e Relações Internacionais

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

125 | 45

Código

ULHT11-14177

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

As origens internacionais do capitalismo mercante. Mercados locais e comércio de longo curso. A formação dos mercados internos. Da revolução comercial da Idade Média à emergência da - economia-mundo - europeia, O choque das nações a e a aparição do euroliberalismo. A hierarquização do espaço económico. A mobilidade das nações e o
domínio dos mundo extra-europeus. As estratégias multinacionais, a globalização e as regiões. A globalização financeira e a instabilidade monetária. . Os choques petrolíferos e as políticas monetárias. A afirmação da China como potência mundial. A persistência do subdesenvolvimento na hierarquia da economia mundial. As instituições multilaterais; do GATT à OMC. Livre câmbio, emprego e protecção social. A emergência do G20 e a integração regional da União Europeia. A crise da União Europeia.

Objetivos

Trata-se de articular esta disciplina de Licenciatura com outras disciplinas de alguma maneira correlacionadas, como - Introdução à Économia -, - ou complementares como -Economia Internacional, etc., mas onde - Economia e Globalização- tenha uma abordagem mais abrangente sobre a economia mundial e contemporânea e interdisciplinar.
- Economia e Globalização- deve estar igualmente atenta às economias emergentes, cuja análise é inseparável da importância das novas tecnologias, dos - novos materiais - típicos da 3ª revolução industrial por comparação com a 1ª e 2ª revoluções industriais do passado. Nesse contexto, a estruturação do espaço económico internacional, a globalização financeira e a instabilidade monetária, as estratégias de industrialização depois da 2ª Guerra Mundial e as suas dinâmicas internas, a nova configuração das relações Norte-Sul e o carácter hierarquizado e heterogéneo do espaço periférico.

Metodologias de ensino e avaliação

- Leitura de textos e discussão na aula de problemáticas em torno das ideias veiculadas por esses textos;
- Habituar os alunos a passar das - temáticas - às - problemáticas -, ou seja a problematizar as matérias abordadas, subordinando-as a hipóteses e ao valor da argumentação (científica) recusando - opiniões - não fundamentadas.
- Utilizar estruturas metodológicas (introdução-desenvolvimento-conclusão) quer nas intervenções orais nas aulas (exposições¿ quer nas exposições escritas;
- Exposições nas aulas (com nota), um teste individual na aula (sem consulta) no final do semestre e um trabalho de investigação de 10 a 20 páginas a apresentar igualmente no fim do semestre, individualmente ou em grupo (máximo dois participantes). As notas entre o teste e o trabalho de investigação são ponderadas (40 % e 50 %, sendo os restantes 10 % para eventual ponderação atribuída à participação nas aulas, por exemplo)

Bibliografia principal

Bayard J.F. (1994), La réeenvintion du capitalisme, Paris, Karthala.
Rodrigues, J. N., (2012), Como o capital financeiro conquistou o mundo, Lisboa, Centro Atlântico.
Adda, Jaques , (2012). La mondialisation de l´économie , De la genèse à la crise, Paris, La découverte.
Revista Finisterra (2012), nº 73 : « A crise do euro e o futuro do modelo social europeu », Lisboa
Roubini, Nouriel & Mihm, Stefon (2010), Economia de crise, Lisboa
Colclough, C. and Manor, J., Ed. By (1993), States or Markets?, Oxford
Sá, A. e Camponês, C., Org. (2012), Aprofundar a crise, Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra
Baylis, J., Smith, S. and Owens, P., (2008), The Globalization oo World Politiques ¿ An Introduction to International Relations, Oxford
Santos, Emmanuel Augusto dos, (2012), Sem crescimento não há consolidação orçamental, Lisboa, Sílabo
Cavagneux, Christian (2004), Economie politique internationale, Paris, La Découverte