Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Artes Contemporâneas

Curso

Ciências da Comunicação e da Cultura

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

0 | 0

Código

ULHT24-6268

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Introdução-A arte contemporânea como problema; A noção de Contemporaneidade e a prioridade do «Actual»
Trajectórias da arte moderna - Lugar e papel da arte na modernidade; A ruptura vanguardista e o modernismo ;Um
critério: do primitivismo à geofilosofia
Performance: As artes do corpo- O corpo na arte ;As artes do corpo: Fluxus, Body art e happenings; A biologização
das artes ; Estudo de caso: Stelarc e o «corpo obsoleto»
Instalação: os espaços da arte
Arte e espaço estético; A Instalação como novo espaço da arte; Da land-art às artes em rede ; Estudo de caso: os
non-sites de Robert Smithson
Artes Tecnológicas - Do medium específico ao pós-média ; A interactividade como categorial central ;Potencialidades
da tecnologia digital; Artes Cibernéticas e controle ;Estudo de caso: Dan Graham
Artes da Imagem- Imagens contemporâneas; Imagem, política e ate; Estudo de Caso: Alfredo Jaar

Objetivos

Dar a conhecer de forma crítica e fundamentada as principais questões da arte contemporanêa, partindo da relação de continuidade e ruptura com os modernismos.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

O estudante fica habilitado a identificar e a analisar as principais correntes da arte contemporânea bem como a compreender a sua génese; a determinar a implicação da arte contemporânea na crise modernista e na crítica pósmoderna, com particular incidência nos campos da fotografia e do cinema; a identificar as relações modernas da arte com a técnica assim como as actuais convergências tecnológicas, em particular as questões da interactividade, da instalação e da imagem digital nas suas implicações teóricas e práticas para a redefinição do fotográfico

Metodologias de ensino e avaliação

A avaliação poderá ser contínua ou pontual.
No segundo caso, através de um teste abrangendo toda a matéria.
No caso da avaliação contínua, implicando a participação nas aulas e a manifesta leitura dos textos obrigatórios, os
estudantes deverão escolher 4 de entre os textos referidos (no mínimo 1 de cada parte do programa, sem contar com
a Introdução) de que farão uma pequena recensão (máximo 2 páginas), sendo a média formada a partir das 3 notas
mais elevadas.

Bibliografia principal

Arthur C. Danto (1997) - After the end of art. Contemporary art and the pale of history, Princeton/New Jersey,
Princeton University Press.
Benjamin H. D. Buchloh (2000) - Neo-Avantgarde and Culture Industry. Essays On European and American Art from
1955 to 1975, Cambridge/Londres, The Mit Press.
Charles Baudelaire (1860) - Le Peintre da la Vie Moderne (trad. portuguesa O Pintor da Vida Moderna, edição de
Maria Teresa Cruz, Lisboa, Vega.
Clement Greenberg (1961) - Arte y Cultura. Ensayos Criticos (or. Art and Culture. Critical Essays) Barcelona, G. Gili,
1979.
Diana Domingues (org.) - A Arte no Século XXI: A Humanização das Tecnologias, São Paulo, Unesp, 1997.
Frank Popper (1993) - Art of the Electronic Age, Londres, Thames and Hudson.
Gregory Battcock (1968) - Minimal Art. A Critical Anthology, Berkeley, California U.P., 1995.
Hal Foster (1996) - The Return of the Real. The Avant-Garde at the End of the Century, Mass., M.I.T. Press.