Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Política e Comunicação

Curso

Ciências da Comunicação e da Cultura

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

125 | 45

Código

ULHT24-1422

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1 Enquadramento e definição de conceitos
1.1. Comunicação, informação, propaganda, publicidade e marketing.
1.2. Política, Comunicação Política, Políticas de Comunicação.
1.3. Formas de poder.

2 Comunicação, Poder e Política
2.1. Elementos da comunicação política: sistema político, sistema dos media e cidadãos. Articulações em ditadura e democracia.
2.3. Retórica política e a teoria dos efeitos da comunicação.

3 A política, a função social dos media e a construção da opinião pública.
3.1. A centralidade e o poder dos media.
3.2. As massas, os públicos e as audiências.
3.4. Que política nos media?

4 Marketing político
4.1. Marketing e a comunicação/propaganda política.
4.2. Sondagens de opinião e campanhas políticas.

5 Os efeitos políticos da comunicação.
5.1. A política-espetáculo.
5.2. O escândalo político.
5.2. Profissionalização das campanhas.

Objetivos

Os vários patamares de abordagem desta disciplina foram estruturados com vista a fornecer aos alunos os principais conceitos e as bases teóricas sobre o interface Política e Comunicação em três vertentes fundamentais: comunicação política, marketing político e jornalismo/opinião pública. As mudanças registadas na comunicação política por influência das novas técnicas e tecnologias da comunicação e informação e o modo como se têm vindo a processar as relações entre a comunicação de massas e a política constituem bases de trabalho. Esta unidade curricular, que se associa ao tema geral do departamento para este ano lectivo ¿media e criatividade¿, visa, em última instância, incentivar os alunos para o estudo da articulação entre comunicação, democracia e cidadania, a partir da problematização e análise de casos concretos da atualidade (como as recentes eleições legislativas e as presidenciais) e com recurso sistemático a estudos e análises científicas.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Tendo como pano de fundo a evolução histórica registada nos campos da comunicação e da política e o entrosamento de ambos, pretende-se desenvolver nos alunos capacidades reflexivas que lhes permita realizar análises críticas sobre casos de interação da atualidade política e comunicacional. Procura-se ainda capacitar os alunos para o debate e a realização de trabalhos de investigação teórico-práticos sobre a articulação entre os processos de comunicação/informação e a atividade política e cívica.

Metodologias de ensino e avaliação

Com vista a promover o conhecimento teórico e reflexivo dos alunos sobre os aspetos relevantes dos conteúdos programáticos referidos, as aulas devem contar com a sua participação ativa. Assim, a par das exposições teóricas, escritas e orais, são incentivados os debates na aula, bem como a análise de casos concretos sobre os vários modos de interação que se estabelece entre política e comunicação. Apresentações orais de trabalhos, seguidas de debate e análises críticas, constituem momentos centrais de aprendizagem e de avaliação.

Avaliação contínua:
- Análise de obras/artigos científicos sobre as várias problemáticas suscitadas pelo programa da disciplina. A reflexão deve ser apresentada por escrito à docente e oralmente em sala de aula, de modo a difundir o conhecimento adquirido à turma e suscitar a reflexão e o debate entre todos.
A avaliação é individual:
- Trabalho escrito e oral: 45%
- Frequência: 45%
- Participação e assiduidade: 10%

Bibliografia principal

- Barreiros, José Jorge (2012), Democracia, Comunicação e Media, Lisboa, Mundos Sociais.
- Castells, Manuel (2009), Comunicación y poder, Madrid, Alianza Editorial.
- Correia, João Carlos Correia, Gil Baptista Ferreira, Paula do Espírito Santo (orgs) (2010), - Conceitos de Comunicação Política, Covilhão, Livros LabCom.
- Cunha, Isabel Ferin, Estrela Serrano (orgs) (2016), Media, Corrupção Política e Justiça, Lisboa, Mariposa Azual.
- Mesquita, Mário (1995), Tendências da Comunicação Política, Revista Comunicação e Linguagens, 21-22, Lisboa, Cosmos.
- Simões, Maria Manuel e Marisa Dias (2009), Marketing e Comunicação Política, Lisboa, Sílabo.
- Santos, João de Almeida (2012), Media e poder: o poder mediático e a erosão da democracia representativa, Comunicação e Linguagens, Lisboa, Nova Veja.
- Serra, Paulo (org.) (2015), Retórica e Política, Covilhã, Livros LabCom.