Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Filosofia da Educação

Curso

Ciências da Educação - Educação Social

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

125 | 45

Código

ULHT75-849

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1 - A Filosofia da Educação
1.1 - A educação, a sociedade e a cultura. O valor da filosofia da educação. As diferentes vias de encontro com a realidade: ciência, arte, religião e filosofia.
2 - O conhecimento
2.1 - O que significa conhecer. A fonte e as possibilidades do conhecimento. Os diferentes tipos de conhecimento. O conhecimento filosófico e científico. O valor do conhecimento. A razão e a emoção.
3 - A Ética e a Educação
3.1 - O problema da liberdade e da escolha. A lei e a moral. A ética como filosofia moral. Os diferentes tipos de ética. Ética e desenvolvimento humano. Ética e formação profissional. Ética e prática profissional.
4 - Axiologia Educacional
4.1 - A teoria dos valores. A educação ética, estética e hedonista
5 - Tendências pedagógicas
5.1 - O ideal iluminista da educação. O pensamento de Rousseau. A abordagem kantiana da Filosofia da Educação. Locke e o pensamento da modernidade. A escola tradicional. A escola nova.

Objetivos

Dominar as questões conceptuais e terminológicas da disciplina.
Analisar criticamente o processo educativo à luz dos conhecimentos filosóficos.
Interpretar a educação como um trabalho essencialmente ético.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

É capaz de elaborar um trabalho de forma a expressar o domínio dos conceitos básicos inerentes à problemática da filosofia da educação.

Metodologias de ensino e avaliação

O processo ensino-aprendizagem está organizado em aulas teóricas (T), teórico-práticas(TP) e orientação tutorial. Nas aulas T serão apresentados os conteúdos programáticos pelo docente, recorrendo às técnicas consideradas mais apropriadas para trabalhar os temas em análise (ppt, filme, ilustrações), com o objectivo de fazer o enquadramento conceptual das problemáticas e despertar a reflexão e debate de ideias. Nas aulas TP serão trabalhados os conteúdos programáticos, atribuindo-se aos estudantes um papel activo no seu processo de aprendizagem, através de tarefas a realizar na aula (recensões críticas e fichas de trabalho), apresentação escrita e oral de um trabalho e frequência (50% cada). Nas diferentes tarefas os estudantes contam com a orientação tutorial do docente. Critérios: Capacidade de pesquisa e de síntese. Domínio das matérias abordadas. Apresentação escrita: Clareza e correcção na elaboração do texto. Apresentação.

Bibliografia principal

Brás, J. V & Gonçalves, M. N. (2013). Biopolítica e direitos do homem. In Bento D. S.et al (orgs). Livro de Actas do XII Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia (pp. 923-937). Braga: Centro de Investigação em Educação (CIEd) / Instituto de Educação-Universidade Minho. CD- ISBN 978-989-8525-22-2.
Chateau, J. (s.d.). Os grandes pedagogos. Lisboa: Edições Livros do Brasil.
Estrela, A. (1992). Pedagogia, ciência da educação?. Porto: Porto Editora.
Mialaret, G. (1976). As Ciências da Educação. Lisboa: Moraes Editores.
Freire, P. (1970). Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra.
Habermas, J. (1990). O discurso filosófico da modernidade. Lisboa: Dom Quixote..
Kechikian, A. (1993). Os filósofos e a Educação. Lisboa: Edições Colibri.
Nascimento, E. (2004). Da ética à utopia em educação. Porto: Afrontamento.
Ricoeur, P. (1986). Ideologia e utopia. Lisboa: Edições 70.
Santos, B.S. (1987). Um discurso sobre as ciências. Porto: Afrontamento.