Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Psicologia da Educação

Curso

Ciências da Educação - Educação Social

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

125 | 45

Código

ULHT75-7210

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Psicologia e Educação
A construção da identidade ao longo do ciclo vital. Identidade e diversidade.
Desenvolvimento
- Físico
- Cognitivo
- Sócio-afectivo.
O desafio das aprendizagens
- Processos cognitivos de base.
- Conceito de inteligência.
- Motivação. Conceito e teorias
Grupo, realidade e dinâmicas.
- Escola como organização
- Turma como realidade grupal.
- A gestão dos interesses, conflitos e comportamentos
Escola, família e comunidade.
- Educação e contextos
- A construção, incrementação e gestão de Projectos Educativos.
- Educação, valores e cidadania.

Objetivos

- Analisar e reflectir sobre tópicos desenvolvidos pela Psicologia Educacional com interesse para a compreensão do aluno e das suas inter-relações na sala de aula, no grupo, na comunidade;
- Conhecer a natureza dos mecanismos e processos básicos, cognitivos e motivacionais, que interferem no comportamento quer numa perspectiva de desenvolvimento pessoal e social, quer de aprendizagem escolar;

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

- Entender a realidade grupal como estrutura dinâmica;
- Perceber a importância dos contextos sociais na construção do indivivíduo, das suas necessidades, crenças, valores, motivações e que se refletem no agir.

Metodologias de ensino e avaliação

Serão fornecidos textos para leitura prévia sobre os conteúdos a versar na sala da aula. O papel do aluno será o de ler e refletir sobre os mesmos, antes da aula, para poder participar em contexto de grupo e colaborativo na construção de saberes.
Avaliação:De acordo com o regulamento da Universidade, os alunos podem optar pelo modelo de avaliação contínua ou de avaliação por exame.
A avaliação contínua terá em conta cumulativamente:
a assiduidade (70% de presenças)(5%);
leituras, discussões e apresentações de textos propostos para estudo e análise (5%);
elaboração de pequenos textos escritos que podem contemplar resumos ou recensões críticas(40%);
prestação de duas provas de frequência (50%);
No caso de o aluno não poder realizar alguma das condições do regime de avaliação contínua deverá prestar uma prova de conhecimentos (frequência ou exame).

Bibliografia principal

Anderson, J. (2000). Cognitive Psychology and its implications. New York: Worth Publishers.
Arends.R. (1995). Aprender a Ensinar. Lisboa: McGraw Hill.
Bruner, J.S. (1960). O processo da educação. S. Paulo: Companhia Editora Nacional.
Erikson, E.(1976). Infância e Sociedade. Rio de Janeiro: Zahar Ed .
Lieury, A.e Fenouillet, F. (1997). Motivação e sucesso escolar. Lisboa: Editorial Presença.
Lourenço, O.M. (1992). Psicologia do Desenvolvimento Moral. Coimbra: Liv. Almedina
Neisser, V. (1967). Cognitive Psychology. New York: Appleton - Century - Crofts.
Piaget, J. e Inhelder, B. (1973). A Psicologia da Criança . Lisboa: Moraes.
Simon, H.A. (1980). Problem solving and education: Issues in teaching and research. Hillsdale, N.J.: Erlbaum.
Sprinthall, N.A . & Sprinthall, R.C. (1993). Psicologia Educacional. Lisboa: McGraw-Hill.
Vygotsky, L. (1978). Mind and society: The development of higher psychological processes. Cambridge: Harvard University Press.