Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Nutrição nas Comunidades

Disciplina do Curso

Ciências da Nutrição

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 3,5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

91 | 45

Código

ULHT1101-12572

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

- Nutrição em comunidades: conceitos, fundamentos e aplicações
- Programas de nutrição em comunidades
- Elaboração e gestão de programas de nutrição em comunidades
- Nutrição e Saúde Pública
- Estratégias de promoção da alimentação saudável
- Educação Alimentar
- Intervenções em diferentes grupos populacionais
- Avaliação de programas de nutrição em comunidades
- Exemplos de programas de nutrição em comunidades

Objetivos

A Nutrição nas Comunidades tem como objetivo a aprendizagem da identificação e da intervenção de problemas alimentares/nutricionais em diferentes grupos populacionais, desenvolvendo competências no desenho, implementação e avaliação de programas de nutrição nas comunidades.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

A unidade curricular pretende proporcionar aos alunos a possibilidade de abordar temas através do desenvolvimento do pensamento crítico, colocando em prática os conhecimentos adquiridos na identificação e intervenção de problemas alimentares/nutricionais em diferentes grupos populacionais. Pretende-se ainda que os alunos desenvolvam competências no desenho, implementação e avaliação de programas de nutrição na comunidade.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas teóricas magistrais e aulas teórico-práticas tutoradas destinadas à consolidação dos conhecimentos: pesquisa, avaliação crítica, e análise de informação científica, assim como a elaboração e apresentação de trabalhos individuais e de grupo.
A avaliação efectuada na modalidade de ''Avaliação Contínua'' resulta da média ponderada dos seguintes elementos: avaliação escrita (40%), participação nas aulas (10%), execução e apresentação de trabalhos de individuais (25%), e a execução de trabalhos de grupo (25%). Para aprovação da unidade curricular é necessário a obtenção de uma classificação de 9,5 valores.
Avaliação por exame escrito final incluirá a totalidade dos conteúdos programáticos lecionados nas aulas teóricas e teórico-práticas. Para aprovação na unidade curricular é necessário a obtenção de uma classificação de 9,5 valores neste exame.
A melhoria de nota é realizada através de prova oral englobando a totalidade dos conteúdos programáticos.

Bibliografia principal

-Bartrina JA. Nutrición comunitaria. 3.ª ed. Barcelona: Masson; 2013.
-Bartrina JA, Pérez Rodrigo CM , Serra Majem L. Nutrición comunitaria. Rev Med Univ Navarra 2006; 50(4):39-45.
-Boyle MA, Holben DH. Community nutrition in action: an entrepreneurial approach. 6th ed. Belmont: Wadsworth; 2013.
-Loureiro I, Miranda N. Promover a saúde ¿ dos fundamentos à ação. Coimbra:Edições Almedina; 2010.
-Loureiro L. A importância da educação alimentar: o papel das escolas promotoras de saúde. Rev. Port Saúde Pública 2004; 22(2):43-55.
-Majem LS, Bartrina JA, editores. Nutrición y salud pública: métodos, bases científicas y aplicaciones 2.ª ed. Barcelona: Masson; 2006.
-Nnakwe NE. Community nutrition: planning health promotion and disease prevention. Sudbury 2nd ed. Burlington: Jones & Bartlett Learning; 2013.
-Oshaug A, trad. Graça AP. Planeamento e gestão em nutrição comunitária: manual para profissionais em nutrição comunitária. Lisboa: Departamento de Estudos e Planeamento da Saúde;1996