Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Psicologia

Disciplina do Curso

Ciências da Nutrição

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 3,5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

91 | 45

Código

ULHT1101-6573

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

- O comportamento alimentar
- Percepção do corpo: relações com a perturbação alimentar; insatisfação com o corpo: causas e consequências
- Perturbações do comportamento alimentar
- Obesidade: determinantes psicológicos; a entrevista motivacional integrada no tratamento da obesidade
- Estilos e práticas parentais de controlo alimentar
- Coaching aplicado às Ciências da Nutrição
- Comunicação em Saúde e na Nutrição

Objetivos

A unidade curricular de Psicologia pretende abordar o comportamento alimentar assim como as suas perturbações e desenvolver o treino das competências interpessoais fundamentais para a abordagem clínica na área das ciências da nutrição.
- Abordar os fatores envolvidos no comportamento alimentar;
- Entender as perturbações do comportamento alimentar;
- Conhecer os determinantes psicológicos da obesidade assim como abordar a entrevista motivacional integrada no seu tratamento;
- Desenvolver competências para a aplicação da metodologia do coaching no âmbito das ciências da nutrição.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

A unidade curricular pretende facultar aos alunos competências no âmbito da abordagem para as mudanças do comportamento alimentar, assim como desenvolver competências interpessoais fundamentais para a abordagem clínica na área das ciências da nutrição.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas teóricas magistrais e aulas teórico-práticas tutoradas destinadas à consolidação dos conhecimentos: pesquisa, avaliação crítica, e análise de informação científica.
A avaliação efectuada na modalidade de ''Avaliação Contínua'' resulta da média ponderada de uma avaliação teórica escrita (70%), de uma componente de avaliação teórica-prática (20%) e de uma componente de participação nas aulas (10%). Considera-se aprovado na avaliação contínua, uma classificação final igual ou superior a 9,5 valores (na escala de 0 a 20 valores).
No âmbito da avaliação exclusivamente por exame final escrito, considera-se aprovado, todo o aluno cuja classificação no exame escrito final, arredondada às décimas, seja igual ou superior a 9,5 valores. O exame final tem a forma de teste escrito e inclui a totalidade da matéria ministrada, com questões teóricas e práticas.
A melhoria de nota é realizada através de prova oral englobando a totalidade dos conteúdos programáticos.

Bibliografia principal

- Cardoso RM (ed). Competências Clínicas de Comunicação. Porto: Faculdade de Medicina da Universidade do Porto; 2012.
- Miller R, Rollnick S. Motivational Interviewing - Preparing People for Change William. The Guilford Press. 2002.
- Ogden J. The psychology of eating - from healthy to disordered behavior. Blackwell Publishing. 2003.