Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Estatística

Curso

Comunicação Aplicada: Marketing, Publicidade e Relações Públicas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 45

Código

ULHT168-194

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Estatística Descritiva
1.1 A Recolha de Informação
1.2 Apresentação da Informação
1.3 Tratamento da Informação
2. Distribuições de Probabilidade
2.1 O Conceito de Probabilidade
2.2 Variáveis Aleatórias Discretas e Contínuas:
2.3 Distribuições Teóricas de Probabilidade: o caso normal
2.4 Regras de decisão: relação entre variáveis dicotómicas e frequências
2.5 Teste de independência do Qui-quadrado
2.6 Tabelas de contingência
3. Estimação pontual e regional
4. Correlação e regressão linear
4.1 Conceito de correlação e de determinação
4.2 Regressão linear simples e múltipla
4.3 Aferição da qualidade do modelo
5. Análise de clusters
6. Preparação e elaboração de relatórios

Objetivos

A presente unidade curricular tem como objetivos principais:
. Proporcionar aos discentes um conjunto de conhecimentos teórico-práticos, que lhes permitam determinar medidas caraterizadores dos estudos turísticos.
. Estruturar os dados a partir de diversas fontes de informação e representá-los graficamente.
. Construir relatórios adequados utilizando dados quantitativos e técnicas probabilísticas.
. Finalmente, saber interpretar taxas de variação e de crescimento ao longo dos períodos.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Com esta unidade curricular pretende-se fornecer aos alunos:
. Conhecimentos quantitativos que providenciem aptidões para se antecipar e adaptar às mudanças que caracterizam a actividade turística;
. Domínio dos instrumentos necessários para compreender e interpretar a realidade das actividades turísticas e o meio envolvente;
. A compreensão e o planeamento das atividades turísticas bem como a sua integração nos territórios onde se desenvolvem através do desenvolvimento de relatórios técnicos quantitativos como suporte de informação.
. Desenvolvimento das capacidades de aprendizagem através da interpretação de indicadores e de gráficos adequados;
. Desenvolvimento do raciocínio lógico como oportunidade para a formulação de problemas e tomada de decisões;
. Domínio das ferramentas básicas de análise e tratamento de dados;
. Capacidade para a utilização da informação como vantagem competitiva.

Metodologias de ensino e avaliação

Os objectivos anteriormente definidos são operacionalizados através de aprendizagem teórica e prática. Desta forma,as aulas dividir-se-ão entre aulas mais expositivas por parte do docente e aulas mais práticas de construção, análise e discussão de casos concretos. Nestas os alunos serão estimulados a procurar bibliografia e documentos que possam ter interesse para os temas definidos.
A avaliação será contínua recorrendo-se a várias metodologias: apresentação oral e escrita de casos com subsequente discussão. Haverá ainda um momento individual que corresponderá à construção de um relatório sobre um caso prático.
São adoptados os seguintes elementos de avaliação, com as seguintes ponderações:
Elemento de Avaliação Ponderação na nota final Obrigatório Facultativo
Participação nas aulas 5%
Trabalho de Grupo 40%
Caso Prático 55%
Só será aprovado quem obtiver mais de 10 valores e mais de 75% de presença nas aulas. Quem reprovar, pode realizar uma prova de exame final de época.

Bibliografia principal

BLUMAN, Allan (2013), Elementary Statistics: A Step-by-Step Approach with Formula Card, McGraw-Hill Education, UK.
LIND, Douglas, Marchal, William, Wathen, Samuel (2011),
Statistical Techniques in Business and Economics, McGraw-Hill Education, UK.
NAVIDI, William (2010), Probabilidade e Estatística para Ciências Exactas, McGraw-Hill, UK.
RAMOS Pinto, Ricardo, (2009), Introdução à Análise de Dados, Sílabo, Portugal,
REIS, E. (2010), Estística Descritiva, Sílabo. Portugal.
SARMENTO, Eduardo Moraes (2003), Estística Descritiva, Ed, IPAM.
SPIEGEL, Murray (2008), Estística, Schaum, Portugal.
STAPLETON, J.H. (2008), Models for Probability and Statistical Inference, John Wiley & Sons, UK.