Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

História Contemporânea (Geral)

Curso

Comunicação e Jornalismo

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

133 | 45

Código

ULHT449-8293

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

O discurso historiográfico.
As origens da I Guerra Mundial.
A revolução russa de 1917.
O sistema de segurança coletiva.
A grande depressão de 1929.
A crise das democracias liberais e os regimes totalitários.
O agravamento das tensões internacionais e a eclosão da II Guerra Mundial.
A génese e os desenvolvimentos da Guerra Fria.

Objetivos

Conferir ao passado e à análise histórica um lugar na reflexão e no conhecimento das sociedades atuais.
Fomentar o interesse pela história recente e desenvolver um discurso crítico sobre a memória das sociedades e a sua relação com a atualidade.
Compreender a construção do discurso historiográfico com base na problematização das noções de objetividade e subjetividade na discussão de interpretações das conjunturas e das estratégias dos atores.
Analisar os grandes problemas internacionais que marcaram o século XX: as democracias, os totalitarismos, os nacionalismos, as organizações internacionais, as guerras e as revoluções.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Identificação das principais fases da história contemporânea, caracterização das suas principais tendências e avaliação das ruturas verificadas nos momentos de transição.
Conhecimento das figuras centrais da história contemporânea.
Análise crítica de fontes documentais.
Elaboração e redação de interpretações e ensaios historiográficos.

Metodologias de ensino e avaliação

Ensino
Exposição teórica dos conteúdos programáticos.
Discussão crítica de textos previamente distribuídos.
Construção e formulação de sínteses globais.
Avaliação
Avaliação contínua.
Um trabalho escrito (30%) e um teste escrito (70%). Somente será atribuída nota final no regime de avaliação contínua mediante a apresentação do trabalho e a realização do teste.
Regime de exame.

Bibliografia principal

Duroselle, J. B. (2013-2014). História das Relações Internacionais. 2 vols. Lisboa:Texto & Grafia.;Hobsbawm, E. J (2014). A Era dos Extremos.6.ª ed. Lisboa: Presença.; Hobsbawm, E. J. (1990). A Era do Império, 1875-1914. Lisboa: Presença.;Judt, T. (2007). Pós-Guerra. História da Europa desde 1945. Lisboa: 70.;Kissinger, H. (2007). Diplomacia. 3.ª ed. Lisboa: Gradiva.
Kershaw, I. (2009).Hitler: Uma Biografia. 2.ª ed.. Lisboa: Dom Quixote
Mann, M. (2011). Fascistas. Lisboa: Edições 70.;Mazower, M. (2013). O Império de Hitler. Lisboa: Edições 70.;Milza, P. (2001). Mussolini. Lisboa: Verbo.;Milza, P. (1999). As Relações Internacionais de 1871 a 1914. Lisboa: Edições 70.;Milza, P. (1998). As Relações Internacionais de 1918 a 1939. Lisboa: Edições 70.;Overy, R. (2005). Os Ditadores. A Alemanha de Hitler e a Rússia de Estaline. Lisboa: Bertrand.;Vaisse, M. (1997). As Relações Internacionais desde 1945. Lisboa: Edições 70.; Vovelle, M. et al. (2005). Os Historiadores. Lisboa:Ed. Teorem