Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Jornalismo Televisivo

Curso

Comunicação e Jornalismo

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 7

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

186,3 | 90

Código

ULHT449-1910

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

- Forte incidência sobre a formação ética e prática do jornalista de televisão, responsabilizando-o para o seu papel de decisão, isenção e cidadania;
- A formação superior do jornalista é orientada para a necessidade de compreender o envolvimento social e a importância da profissão no mundo atual;
- São, por isso, ministrados fundamentos teóricos sobre a Comunicação, seus suportes redactoriais e tecnológicos e os efeitos que deles se podem retirar;
- A manipulação pelo uso da palavra;
- Formação ético-profissional do Jornalista de televisão;
- A escrita televisiva, articulada com trabalho prático e técnico nos vários géneros do Jornalismo de Televisão;
- Rentabilizar os excelentes meios técnicos e estúdios para iniciar a aprendizagem;
- Exercício de apresentação, entrevista, debate e reportagem;
- Aprendizagem técnica de captação de imagem, áudio e edição;
- Reportagem final.

Objetivos

- Formar Jornalistas para Televisão, realçando a especificidade do Jornalismo Televisivo;
- Entender o Jornalismo Televisivo como uma plataforma mais vasta de abordagem da sociedade;
- Sensibilização para os conceitos para o Jornalismo Serviço, Jornalismo Produto;
- Proporcionar ao futuro Jornalista o contacto e o desenvolvimento prático das diferentes disciplinas do Jornalismo Televisivo.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

- Perceber a importância do Jornalismo como contributo social, apoiando o cidadão e integrando-o cada vez melhor na sociedade;
- Compreender a articulação da linguagem televisiva;
- Sensibilizar para a importância do domínio da linguagem audiovisual na formação de comunicadores de televisão;
- Compreender a importância de estabelecer a linguagem jornalística na articulação dos três suportes: Palavra, Imagem e Som;

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas desenvolvem-se em ambiente de estúdio de televisão. Para além das explanações teóricas, em todas as aulas serão exercitadas as capacidades práticas das várias disciplinas televisivas.
A avaliação é, por isso, permanente e contínua:
- Avaliação dos exercícios em estúdio;
- Avaliação do desempenho técnico nas áreas: áudio, imagem e edição;
- Avaliação do trabalho de reportagem final;
- Avaliação da frequência e exame.

Bibliografia principal

Borges, Gabriela e Reia-Baptista, Vítor (org.) (2008). Discurso e práticas da qualidade na televisão. Lisboa: Livros
Horizonte.
Bourdieu, Pierre (2001). Sobre a televisão. Oeiras: Celta Editora.
Cádima, Francisco Rui (1996). Salazar, Caetano e televisão portuguesa. Lisboa: Editorial Presença.
Carey, James W. (Ed.) (1990). Media, Myths and Narratives - Television and the Press. Sage publications.
Godinho, Jacinto (2011). As origens da reportagem - Televisão, Colecção Media e Jornalismo. Lisboa: Livros
Horizonte.
Katz, Elihu e Dayan, Daniel (1999). A história em directo - os acontecimentos mediáticos na televisão. Coimbra:
Editorial Minerva.
Lopes, Felisbela (2007). A TV das Elites - estudo dos programas de informação de informação semanal dos canais
generalistas (1993-2005). Porto: Campo das Letras.
Yorke, Ivor (1995). Television News. Londres: Focal Press.
Jespers, Jean-Jacques (1998). Jornalismo Televisivo. Colecção Comunicação.Coimbra: Minerva.