Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Metodologias de Análise do Texto e do Discurso

Curso

Comunicação e Jornalismo

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

133 | 45

Código

ULHT449-2347

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. O Técnica, texto e cultura: discurso sobre natureza da técnica no século XIX:
a) Linguagem, língua e artifício;
b) Princípios do discurso técnico: a aparelhagem;
c) O que é um texto?
2. Os dispositivos técnicos e a sua discursividade:
a) A fotografia;
b) O fonógrafo;
c) O cinema;
d) A televisão.
3. Media, discurso, realidade:
a) Media e poder;
b) Media e realidade;
c)Media e suspeita.
3. A discursividade e os novos media:
a) Media, velocidade e desaparecimento;
b) Media e simulações;
c) Remediação;
d) A linguagem dos novos media.

Objetivos

- Promover o domínio do discurso nos media;
- Reconhecer historicamente o discursos nos media e os discursos dos media;
- Promover a capacidade de análise contextual dos discursos;
- Reconhecer a especificidade da discursividade dos media;
- Dominar os conceitos teóricos da análise discursiva.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Conhecer e dominar a diferença entre a discursividade e os seus suportes: oralidade, texto, imagem e dispositivos audiovisuais.

Metodologias de ensino e avaliação

Metodologias de Análise do Texto e do Discurso é uma disciplina teórico-prática, pelo que a exposição dos conteúdos
programáticos é intercalada com a discussão dos temas e textos abordados. A avaliação consiste na realização de
quatro trabalhos que valem 50% cada para a nota final do estudante: prova escrita de frequência (50%) e duas
apresentações orais (25% cada). Ficam dispensados de exame aqueles estudantes que obtenham nota igual ou
superior a 10 valores.
Esta unidade curricular obriga à presença de 75% das aulas. Esta norma regula a efectiva presença do aluno em sala
de aula, permitindo a feitura de trabalhos e leituras importantes para o seu desenvolvimento pessoal e científico.
Como em todas as unidades curriculares, são vários os momentos de avaliação que permitem detectar o aproveitamento do estudante e corrigir os aspectos pedagógicos e didácticos ineficazes ou insuficientes, individual ou
colectivamente.

Bibliografia principal

Ernst Kapp, Principes d¿une philosophie de la technique . Paris, Vrin, 2007.
Friedrich Kittler, Gramophone, Film, Typewriter . Standford, Stanford University Press, 1999.
Gilles Deleuze, La imagen-movimiento . Barcelona, Paidós, 1984.
Guenter Anders, L¿Obsolescence de l¿homme . Paris, Éditions Ivrea, 2002.
Jay David Bolter, Remediation . Cambridge/Mass., M.I.T. Press, 2000.
Lev Manovich, The Language of New Media . Cambridge/Mass., M.I.T. Press, 2001.
Marshall McLuhan, Compreender os meios. As extensões do homem. Lisboa, Relógio d¿água, 208
Michel Foucault, É preciso defender a sociedade . Lisboa, Livros do Brasil, 2006.
Michel Foucault, O que é um Autor?, Lisboa, Vega, 1992
Niklas Luhmann, La realidade de los médios de masas . Barcelona, Anthropos, 2000.
Paul Ricouer, Do texto à acção. Porto: Rés, s/d.
Wilhem von Humboldt, Escritos sobre el lenguaje . Barcelona, Península, 1992.