Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Microbiologia I

Disciplina do Curso

Engenharia Biotecnológica

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

125 | 60

Código

ULHT37-943

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Programa Teórico:Introdução ao estudo da Microbiologia.Objectivos,importância e áreas de aplicação.História da microbiologia.Sistemas de classificação taxonómica
A célula procariota e eucariota.Estrutura, morfologia e fisiologia.Metabolismo e crescimento.Mecanismos de patogenicidade
Diversidade microbiana: taxonomia e principais características. Domínio Bacteria e Archaea.Algas,Fungos,Protozoários e outros parasitas.Vírus e priões
Efeito dos factores ambientais no crescimento microbiano. Factores limitantes e o estudo da sua influência. Controlo do crescimento microbiano. Agentes físicos e químicos. Substâncias com poder antimicrobiano. Mecanismos de resistência dos microrganismos.
Distribuição ecológica.Interacções com outros organismos.
Programa Lab.:Normas de segurança.Preparação de meios de cultura.Técnicas de assepsia.Inoculação e isolamento de microrganismos.Estudo da mobilidade e do crescimento bacteriano.Observação microscópica de:bactérias,algas,fungos e protozoários.

Objetivos

Esta unidade curricular (UC) tem como objectivo fornecer conhecimento teórico sobre os métodos e a sua aplicação nas diversas áreas da microbiologia. Assim como, conhecer os principais grupos de microrganismos com importância nos diversos ecossistemas e a sua implicação na saúde publica. A componente laboratorial complementará o ensino teórico, tendo como objectivo principal a aprendizagem das técnicas mais comuns da microbiologia
Na vertente prática os alunos deverão saber executar trabalho num laboratório de microbiologia, manipular agentes microbianos nas condições de higiene e segurança exigidos, preparar soluções, material e meios de cultura necessários ao manuseamento de agentes microbianos e realizar testes básicos para a sua identificação. Deverão ainda saber interpretar e criticar os métodos analíticos executados. e aprender a fazer relatórios das actividades desenvolvidas.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Após a conclusão bem-sucedida desta disciplina, o aluno deverá conseguir distinguir procariotas de eucariotas: classificação, estrutura e metabolismo. Conhecer os principais grupos de microrganismos com importância na área alimentar biotecnológica e de ambiente. Os conhecimentos teóricos e práticos adquiridos capacitarão o aluno para a manipulação experimental de microrganismos, realização de técnicas microbiológicas básicas, e compreensão, previsão e implementação de métodos de controlo de crescimento microbiano.

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas são conduzidas em forma de seminários e a participação dos estudantes é fortemente recomendada. Avaliação continua: Privilegia-se a avaliação continua com a elaboração de dois testes escritos da parte teórica da matéria, cuja média final deverá ser igual ou superior a 9,5 valores, correspondendo a 50% da nota final. Nas aulas práticas serão efectuados 3 relatórios em grupo (3-4 alunos) sobre os trabalhos efectuados nas aulas práticas em formato de artigo científico ¿ 75% e um teste prático de desempenho-25%. A componente pratica vale 50% da nota final.

Nota final = média dos dois testes teóricos (50%) + 50% componente pratica. A nota final deverá ser superior ou igual a 9,5 valores.

Avaliação por exame: Para o caso do aluno não ser aprovado na avaliação contínua poderá ir a exame final conforme regras da instituição. Este exame terá contemplado a parte teórica e prática da matéria. A nota final deverá ser superior ou igual a 9,5 valores.

Bibliografia principal

* Ferreira, W.F.C., Sousa, J.C., Li, N. (2010) Microbiologia. Lidel, Edições técnicas.
* Ferreira, W.F.C., Sousa, J.C. (1998) Microbiologia (vol. 1, 2, 3). Lidel, Edições técnicas.
* Forbes, B.A., Sahm, D.F., Weissfeld, A.S. (2007) Diagnostic Microbiology (12th ed.), Bailey & Scott¿s, Mosby.
* Isenberg, H.D. (2007) Clinical Microbiology Procedures (Vols.1-3), American Society for Microbiology, Washington, DC.
* Madigan, M.T., Martinko, J.M. (2006) Brock Biology of Microorganisms (11th ed.), Prentice-Hall Upper Saddle River, NJ, USA.
* Murray P.R., Baron, E.J, Jorgensen, J.H., Landry, M. L., Pfaller, M.A. (2007) Manual of Clinical Microbiology (9th ed.), American Society for Microbiology, Washington.
* OMS. (2004) Manual de Segurança Biológica em Laboratório (3.ª Ed.), Organização Mundial de Saúde.
* Willey, J.M., Sherwood, L.M., Woolverton, C. J (2008) Prescott/Harley/Klein's Microbiology (7th ed.), McGrawHill.