Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Automação e Robótica

Disciplina do Curso

Engenharia e Gestão Industrial

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

140 | 60

Código

ULHT41-316

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

C1. INTRODUÇÃO À AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. Tipos e níveis de automação. Actuadores e sensores.
C2. ACTUADORES. Motores rotativos e lineares. Cilindros pneumáticos e hidráulicos. Válvulas motorizadas;
C3. SENSORES INDUSTRAIS. Sensores de presença, temperatura, pressão, força e posição;
C4. ÁLGEBRA DE BOOLE. Funções lógicas. Tabelas da verdade. Leis de Boole. Simplificação com mapas de Karnaugh.
C5. MÉTODO SEQUENCIAL. Diagrama de Movimentos e Tabela de Possibilidades. Conceito de incompatibilidade. Conceito de Memória. Conceito de Temporização.
C6. SISTEMAS PNEUMÁTICOS E HIDRÁULICOS. Componentes principais. Representação simbólica. Simulação de circuitos no FLUIDSIM 5.
C7. AUTÓMATOS INDUSTRIAIS. Constituição, organização e programação. Sistemas de entrada e saída (interfaces). Programação de Autómatos em GRAFSET e LADDER.
C8. SISTEMAS AUTOMÁTICOS AVANÇADOS. Comando numérico. Robôs industriais. Sistemas flexíveis de produção. Sistemas integrados de produção.Redes e protocolos de comunicação

Objetivos

O1. Divulgar os conceitos e técnicas básicas em automação e controlo de processos;
O2. Descrever os tipos de actuadores e de sensores disponíveis no mercado e respectivos campos de utilização;
O3. Demonstrar as técnicas usadas no projecto de circuitos em automação electro-pneumática e electro-hidráulica;
O4. Demonstrar a utilização de autómatos programáveis e as suas linguagens de programação;
O5. Mostrar aplicações actuais de sistemas automatizados e tendências futuras.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

A disciplina deve proporcionar aos alunos conhecimentos que lhes permitam:

* Realizar projectos de automação industrial;
* Seleccionar tecnologias para automatização de processos industriais;
* Instalar, programar, operar e manter sistemas automatizados;
* Controlar o funcionamento de equipamentos e de instalações industriais;
* Gerir áreas automatizadas na indústria.

Metodologias de ensino e avaliação

M1. Métodos activos e dedutivos de exposição com o apoio da projecção de slides em POWER POINT e de filmes residentes na internet.
M2. Métodos demonstrativos com o apoio de componentes de automação em laboratório e de software de simulação de circuitos e de instalações.
M3. Resolução de casos exemplificativos.
M4. A avaliação dos conhecimentos adquiridos será composta por Avaliação Contínua com base em testes individuais escritos apoiados em software de simulação, todos com a mesma ponderação, no conjunto dos quais a classificação média mínima para dispensar ao exame deverá ser 12.
M5. A avaliação contínua será classificada ponderando três critérios com diferentes pesos:
o Correcção dos testes individuais escritos 60%;
o Grau de participação nas aulas 30%;
o Assiduidade 10%.
o A nota do exame deverá ser igual ou superior a 10.

Bibliografia principal

* Técnicas de Automação, João R. Caldas Pinto, ETEP ¿ Edições Técnicas e Profissionais, Lidel, 3ª edição, 2010.
* Automação Industrial, J. Norberto Pires, ETEP ¿ Edições Técnicas e Profissionais, Lidel, 5ª edição, 2012.
* Método Sequencial na Automação Electropneumática, José Novais, Fundação Calouste Gulbenkian, 3ª Edição, 1996.