Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Gestão de Stocks

Curso

Engenharia e Gestão Industrial

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

140 | 60

Código

ULHT41-6861

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Introdução à Gestão de Stocks.
Custos em gestão de stocks e formas de determinar o custo de aprovisionamento e a taxa de custo de posse.
Sistema de classificação ABC e de procura independente
Modelos determinísticos com procura independente, de revisão contínua, da Quantidade Económica de Encomenda (EOQ), da EOQ com ruptura de stock, da EOQ com reposição progressiva
Descontos de quantidade
Modelos de revisão periódica (modelo do período ótimo entre encomendas), os estocásticos com procura independente, de revisão contínua, baseados no Nível de Serviço (procura variável e frazo de entrega fixo; procura e prazo de entrega variáveis), baseados na minimização dos custos, incluindo os de ruptura, de revisão periódica, baseados no Nível de Serviço, baseados na minimização dos custos, incluindo os de ruptura
Sistemas de procura dependente (MRP), com procura variável no tempo (técnica da EOQ e técnica da encomenda lote-a-lote).
Métodos de previsão como apoio à gestão de stocks

Objetivos

O objectivo principal desta unidade curricular é o de transmitir aos alunos um conjunto de conhecimentos em torno da temática da Gestão de Stocks, , tanto numa perspectiva conceptual como também a nível técnico ou instrumental. Procura-se não apenas assegurar um ensino rigoroso e científico no conjunto de tópicos leccionados, mas igualmente orientar os alunos no sentido de compreenderem a aplicabilidade prática dos conceitos, modelos e técnicas ensinadas durante a unidade curricular.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Pretende-se que, no final da lecionação da UC de "Gestão de Stocks", os alunos demonstrem capacidades e competências que lhes permitam:
Conhecer os diferentes modelos de apoio à gestão económica dos stocks e saber contextualizar a aplicabilidade de cada um deles consoante os contornos específicos de uma determinada situação.
Estimar os custos inerentes à realização de uma encomenda (custo de aprovisionamento) e a taxa de custo de posse.
Saber aplicar os modelos de revisão contínua e de revisão periódica, no caso de artigos com procura independente, em função da classe (A, B ou C) em que que cada artigo se enquadre.
Compreender, face à natureza dos dados disponíveis, quando é preferível adoptar modelos determinísticos e quando é recomendável utilizar modelos estocásticos.
Aplicar cada um dos modelos leccionados e saber retirar conclusões para um determinado caso específico.
Utilizar os modelos de procura dependente, nomeadamente o (MRP).

Metodologias de ensino e avaliação

O ensino da UC de Gestão de Stocks tem por base a realização de aulas teóricas e práticas. São aulas expositivas, de apresentação e debate de exemplos e de casos, onde são realizados exercícios para assimilação dos conteúdos programáticos. Pretende-se que os alunos contextualizem uma aprendizagem rigorosa dos conceitos apresentados, complementados com casos práticos e reais de aplicação, estimulando o seu sentido crítico e de tomadas de decisão.
Avaliação e elementos avaliativos:
Assiduidade, pontualidade e participação positiva nas aulas¿10%.
Entrega de trabalhos individuais (realizados nas aulas e em casa) e capacidade revelada na sua resolução¿20%
Trabalho de grupo e apresentação final do trabalho ¿20%
Teste final¿50%.
O aluno ficará aprovado e, portanto, dispensado de exame se a nota obtida no teste final for de pelo menos 9,5 valores e se a média ponderada entre os elementos avaliativos for, no mínimo, de 11 val.
Exame: O aluno estará aprovado se o resultado for = ou > a 9,5 val.

Bibliografia principal

Base:
* Silver, E.A., Pyke, D.F. e Peterson, R. (1998). Inventory Management and Scheduling, 3rd Edition, Wiley, New York, USA.
Complementar:
* Lunn, T. (1992). MRP: Integrating Material Requirements Planning and Modern Business, McGraw-Hill, New York, USA.
* Plossl, G.W. (1987). Production and Inventory Control ¿ Principles and Techniques; Prentice-Hall, 2nd Edition, Prentice-Hall, New Jersey, USA.
* Stevenson, W. (2011). Operations Management, 11th Edition, McGraw-Hill, New York, USA.