Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Introdução às Relações Internacionais

Curso

Estudos de Segurança

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 45

Código

ULHT724-10070

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

I. Atores das Relações Internacionais
1. Os Estados
2. As Organizações Intergovernamentais
3. As Organizações Não-Governamentais
4. As Firmas Multinacionais
5. Movimentos de Libertação Nacional/Grupos Terroristas
6. A Opinião Pública Internacional
II. O Conceito de Poder
1. Definição
2. Dimensões do Poder
3. Distinções no Conceito de Poder
4. Limites do Poder
III. Os Fatores de Poder
1. O Fator Geográfico
2. O Fator Demográfico
3. O Fator Económico e Financeiro
4. O Fator Científico e Tecnológico
5. O Fator Militar
6. O Fator Governamental
7. A Questão Nacional
8. O Fator Histórico-Psicológico-Sociológico
9. A Qualidade da Diplomacia
IV. A Formulação da Política Externa
1. A Determinação das Partes Envolvidas
2. A Determinação dos Objetivos
3. A Determinação da Capacidade
4. A Determinação da Orientação

6. Meios Externos de Elevar a Capacidade
7. O Processo de Decisão Política
V. Os Instrumentos Privilegiados da Política Externa

Objetivos

O objetivo da unidade curricular é fornecer aos estudantes uma panorâmica geral e os instrumentos analíticos necessários para compreender, avaliar e responder ao complexo conjunto de problemas internacionais.
Os discentes devem adquirir capacidade analítica quanto ao estudo das relações internacionais, a partir de uma perspetiva estruturada, científica. Devem ainda ser estimulados a compreender a importância de conceitos específicos das relações internacionais e a sua aplicabilidade na análise política.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas magistrais de exposição dos conteúdos conceptuais e teóricos, complementadas pela promoção do debate e de outras metodologias pertinentes tendo em vista aumentar a apreensão, compreensão e consolidação de conhecimentos pelos alunos. Privilegia-se a avaliação contínua, sendo a nota final resultante da realização de três testes escritos, ponderada pela participação em aula.

Bibliografia principal

Devetak, R.; Burke, A.; George, J. (eds.) (2012). An Introduction to International Relations. 2nd ed. New York:
Cambridge University Press.
Gormley-Heenan, C.; Lightfoot, S. (eds.) (2012). Teaching Politics and International Relations. Basingstoke: Palgrave
Macmillan.
Jackson, R.; Sørensen, G. (2013). Introduction to International Relations: Theories and Approaches. 5th ed. New
York: Oxford University Press.
Kaufman, J.P. (2013). Introduction to International Relations: Theory and Practice. Lanham: Rowman & Littlefield
Publishers.
Silva, S.V. (2012). Introdução às Relações Internacionais. Lisboa: Escolar Editora