Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Teoria Geral das Organizações

Curso

Estudos de Segurança

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 45

Código

ULHT724-14851

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Trabalho e organizações
- Importância do trabalho: as funções psicossociais do trabalho
- Organizações: definições, componentes e níveis de análise
- Importância das organizações na sociedade atual
- Organizações organicistas versus organizações mecanicistas
2. Perspetivas teóricas sobre as organizações
- A abordagem clássica
- A perspetiva administrativa
- A escola das relações humanas
- A abordagem psicológica
- A perspetiva sistémica
- A perspetiva sócio-técnica
- A perspetiva contingencial
- A perspetiva simbólica
- A perspetiva política
3. A estrutura organizacional
- Dimensões estruturais
- Determinantes da estrutura
- Configurações estruturais de Mintzberg
4. Metáforas organizacionais
5. Temas organizacionais:
- Paradigmas da satisfação e da motivação
- A vinculação do indivíduo à organização (socialização, contratos psicológicos, compromisso)
- Perceções sócio-organizacionais da justiça
- Comportamentos de cidadania organizacional
- Conflito e negoci

Objetivos

Objetivos da unidade curricular.
Refletir sobre a importância do trabalho e das organizações na sociedade atual.
Elucidar os alunos sobre o percurso teórico percorrido pelos diferentes investigadores, que culminou no conhecimento que hoje possuímos da teoria organizacional. Concomitantemente pretende-se que os alunos elaborem uma reflexão crítica sobre a panóplia de contributos das diferentes abordagens organizacionais.
Trabalhar sobre alguns temas organizacionais emergentes cuja importância nos dias de hoje é indiscutível.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

No termo da unidade curricular, o estudante deverá ser capaz de:
Identificar os contributos de cada abordagem teórica para a teoria organizacional;
Capacidade para analisar criticamente determinadas situações/casos da vida nas organizações à luz dos contributos
teóricos estudados;
Competências para abordar/estudar determinados temas organizacionais emergentes.

Metodologias de ensino e avaliação

Metodologia de ensino: aulas teóricas (metodologia expositiva); aulas com componente mais prática (discussão de casos práticos) e aulas mais tutoriais (acompanhamento dos trabalhos dos alunos).
Avaliação: Privilegia-se a avaliação contínua com dois momentos de avaliação: (a) um teste escrito, individual e sem consulta (60%) e (b) um trabalho de grupo (40%) com acompanhamento ao longo das aulas tutorais e com apresentação na sala de aula.
Em caso de insucesso na avaliação contínua existe ainda a modalidade de exame final (100%).

Bibliografia principal

Barracho, C. (2012). Liderança em Contexto Organizacional. Lisboa: Escolar Editora.
Bilhim, J.A.F. (2001). Teoria Organizacional. Lisboa: ISCSP.
Chiavenato, I. (2003). Os Novos Paradigmas. S. Paulo: Atlas.
Cunha, M.P. (2000). Teoria Organizacional ¿ perspectivas e prospectivas. Lisboa: Publicações D. Quixote.
Cunha, M.P.; Rego, A.; Cunha, R.C.; Cabral-Cardoso, C. (2006). Manual de Comportamento Organizacional e
Gestão. Lisboa: RH Editora.
Ferreira, J.M.C., Neves, J.; Caetano, A. (2011). Manual de Psicossociologia das Organizações. Lisboa: Escolar
Editora.
Parreira, P. (2005). Organizações. Coimbra: Formasau ¿ Formação e Saúde Lda.
Vasconcelos, F.C.; Vasconcelos, I.F.G. (2004). Paradoxos Organizacionais: uma visão transformacional. São Paulo:
Thomson.