Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Estágio III e Projeto

Curso

Serviço Social

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 17,5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

437,5 | 322,5

Código

ULHT119-7274

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Introdução
Regras e modo de funcionamento da tutoria (funções da supervisão académica e papel do tutor e do aluno)
Instrumentos de tutoria (agenda/ordem de trabalhos da sessão, programação e avaliação quinzenal da experiência, dossier de estágio e outros documentos de registo da experiência de estágio)

2. Temáticas e problemáticas de estágio
Tema/problema e construção da problemática
Revisão da bibliografia

3. Construção do projeto de estágio na vertente de intervenção

4. Construção do projeto de estágio na vertente de investigação

5. Questões teórico-metodológicas na intervenção e na investigação em Serviço Social

6 . Questões éticas e deontológicas na intervenção e na investigação em Serviço Social

Objetivos

A unidade curricular de Estágio III e Projeto constitui-se como um suporte ao processo de ensino/aprendizagem no contexto de estágio. Visa o acompanhamento da aprendizagem e apoio ao estudo, programação, execução e avaliação das atividades de estágio. Pretende-se, também, neste espaço, refletir sobre conhecimentos, competências, atitudes e valores profissionais específicos do Serviço Social.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

O aluno deverá adquirir as seguintes competências:
- Capacidade de inserção e compreensão crítica da instituição;
- Capacidade de planificar e avaliar quinzenalmente os objetivos, atividades, métodos e técnicas e recursos mobilizados para a prática de estágio nesse período;
- Capacidade de planificar e avaliar quinzenalmente os objetivos, atividades, métodos e técnicas e recursos mobilizados para a prática de estágio nesse período;
- Capacidade de identificar problemáticas específicas e principais contributos teóricos como elementos essenciais para a construção dos objetos de intervenção e de

Metodologias de ensino e avaliação

O estágio inicia-se com uma reunião de negociação no local de estágio, na presença do aluno, do orientador institucional e do orientador tutorial ¿ duração - Setembro e Outubro. As aulas são tutoriais adotando-se uma metodologia de ensino centrada no aluno e para a reflexão sobre questões teóricas/práticas éticas e políticas.

Nesta unidade curricular são adotados os seguintes elementos de avaliação, com as seguintes ponderações:
Elemento de Avaliação Ponderação na nota final Obrigatório Facultativo
Projeto de Estágio 40% X
Prática de estágio 30% X
Orientação tutorial 30% X

A assiduidade, para o regime de avaliação contínua, é de carácter obrigatório a pelo menos 75% das aulas.

Bibliografia principal

- ANDER-EGG Ezequiel (1995), Introdução ao Trabalho Social, Buenos Aires, Hvmanitas. pp. 197-240
- APSS (1994), A ética no Serviço Social, princípios e valores, Código de ética adoptado pela assembleia-geral da IFSW em Colombo, SRILANKA, em Julho de 1994.
- BORGIANNI, Elisabete , MONTAÑO, Carlos (Orgs.) (2000), Metodologia y Serviço Social Hoy en debate, S. Paulo, Cortez.
- BURGESS, Robert (1997), A Pesquisa de Terreno: uma introdução, Oeiras, Celta.
- BURIOLLA, Marta A.F. (1994), Supervisão em Serviço Social, São Paulo, Cortez ed.
- Carvalho, Maria Irene (org) (2012). Serviço Social na Saúde. Lisboa: Lidel: Practor.
- FODDY, William (1996), Como Perguntar. Teoria e Prática da Construção de Perguntas em Entrevistas e Questionários, Oeiras, Celta.
- GHIGLIONE, Rodlphe & MATALON, Benjamin (1992), O inquérito, teoria e prática, Oeiras, Celta.
- GUERRA, Isabel (2000), Fundamentos e Processos de uma Sociologia de Acção, S. João do Estoril, Principia.