Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Teoria e Metodologia do Serviço Social I

Curso

Serviço Social

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

125 | 52

Código

ULHT119-7266

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1-Natureza e significado do Serviço Social
Profissão - Disciplina das ciências sociais e humanas
(Dominios teórico-metodológico, técnico-operativo e ético-político)
Identidade do Serviço Social
2-Serviço Social e sociedade
Serviço Social no mundo moderno
Ideologia do Serviço Social
Construção do conhecimento em Serviço Social
3-Teorias em Serviço Social
Paradigmas
Fundamentos teóricos
4-Intervenção em Serviço Social
Metodologias de intervenção.
Dimensões, áreas, campos, níveis, unidades da intervenção (caso grupo e comunidade) Processo de intervenção ¿ da análise da situação/planeamento/execuçao e avaliação Dimensões da participação dos agentes (profissionais, utentes, organizações)
5-Serviço Social na contemporaneidade
Desafios actuais: construção de conhecimento, atores na intervenção, domínios ético político.

Objetivos

- Entender aspectos fundamentais da inserção do Serviço Social na divisão sócio-técnica do trabalho
- Familiarizar os alunos com a terminologia própria da intervenção social, trabalhando conceitos teóricos e técnicos que permitam o domínio e rigor na linguagem falada e escrita;
- Situar o Serviço Social em Portugal no contexto das Ciências Sociais e de outras profissões sociais de nível universitário
- Conhecer as mais significativas influências teóricas do Serviço Social;
- Estabelercer a coerência entre o pensamento e acção materializada nas escolhas do suporte operativo e de dispositivos instrumentais;
- Apreender a importância e papel dos elementos mediadores da intervenção.
- Neste sentido é ainda objectivo, se bem que genérico, fornecer alicerces de identidade profissional que permitam discernir o papel do assistente social e os modos do fazer profissional.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Partindo dos fundamentos teórico-metodológicos da intervenção em Serviço Social a UC, entre a dimensão teórico-
metodológica e técnico-operativa através do estudo do suporte operativo e dos dispositivos instrumentais, pretende
desenvolver a articulação entre os fundamentos teóricos e a operacionalidade da profissão que permitam:
- Dominar as dimensões e domínios da intervenção social em função de ¿escolhas¿ teóricas e estratégicas, e suas
implicações;
- Entender o lugar e papel desempenhado pelos elementos estruturantes num processo de intervenção;
- Analisar situações e fenómenos sociais e reconstruí-los enquanto objetos de intervenção;
- Conceber a intervenção social em concreto, como um processo racional que supõe definições à priori, e se
consubstancia segundo fases lógicas e dinâmicas processuais em função de conjunturas políticas, institucionais e
capacidades teóricas técnicas e
operativas dos interventores e sujeitos da acção.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas teórico-práticas interativas, com registo de frequência seguindo o programa da disciplina. Apresentação de trabalhos de grupo, destinados a aprofundar temas do programa, com auxílio de novas tecnologias e com particular atenção no desenvolvimento da oralidade e regras de apresentação de trabalhos. Prática de debates, painéis temáticos, simulações como fonte de aprendizagem de argumentação e oralidade. A avaliação será contínua, valorizando a assiduidade, pontualidade e participação dos estudantes na dinâmica processada em aula. Avaliação Contínua - Presenças total de 75% 1-Trabalho de grupo (com base em textos, pesquisas, entrevistas) em Power Point ou outra forma: 6 valores =40%. Os elementos do grupo serão avaliados individualmente de acordo com o domínio do trabalho. 2-Apresentação oral individual do trabalho de grupo:4 val.=10%.Classificação individual.3-Teste individual escrito: 6 val. =40%.4-Assiduidade, pontualidade e participação= 4 val. =10%.Aprov.: nota 10 val.>

Bibliografia principal

De Robertis, C. (2011). Metodologia da Intervenção em Trabalho Social. Porto: Editora. Sebenta
Falcão, M.(1981). Serviço Social: Uma Nova Visão Teórica, 4ª ediç., São Paulo: Morais. sebenta
Faleiros, V. (2014). O Serviço Social no cotidiano. Fios e desafios, Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 120, p. 706-722, out./dez. 2014, http://dx.doi.org/10.1590/0101-6628.006. Pdf. Sebenta
Faleiros, V. (2011). O que Serviço Social quer dizer? Serviço Social.& Sociedade. São Paulo, n. 108, p. 748-761, out./dez. 2011. Pdf Sebenta
Faleiros, V. (1993). Metodologia e Ideologia do Serviço Social, São Paulo: Cortez. Sebenta
Kahn, A (1970). O Serviço Social no Mundo Moderno. São Paulo: Agir. Sebenta
Nunes, M. (2004). Serviço Social e Regulação Social ¿ Agência do Assistente Social. Porto: Estratégias Criativas. P. 23-61. Sebenta
Payne, M. (2002). Teoria do Trabalho Social Moderno. Coimbra: Quarteto. Sebenta
Howe, D.(1999). Dando Sentido a la Prática¿ Una Introdução a la Teoria del Trabalho Social. Madrid.