Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Atelier III - Planeamento e Gestão de Projetos

Curso

Sociologia

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

133 | 47

Código

ULHT45-16976

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

M1- Conceito e estratégias de desenvolvimento de programas.
M2 - Envolvimento dos destinatários no desenvolvimento de programas
M3 - Identificação de Problemas e Necessidades
M4 - Definição de objectivos e estabelecimentos de prioridades
M5 - Delineamento e planeamento das acções
M6 - Determinação e comunicação da valor do programa

Objetivos

1.Estudar e examinar conceitos e estratégias de Desenvolvimento de Programas e Projectos de Intervenção de natureza social
2.Estudar e analizar as diversas fases do planeamento de programas e projectos de intervenção de natureza social 3.Examinar e compreender as formas de envolvimento dos destinatários nas diversas fases do desenvolvimento de programas e projectos
4.Estudar e analizar as diversas formas e estratégias para implementação dos programas 5.Examinar os objectivos e estratégias de avaliação da eficácia dos programas

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Capacidade para aplicação de conceitos e estratégias ao desenvolvimento de projectos de intervenção de social Capacidade para planear projectos de intervenção de social Capacidade para promover o envolvimento dos destinatários nas fases do desenvolvimento de projectos Capacidades e habilidades na condução e coordenação de projectos de intervenção social. Capacidade para conceptualização e definição de estratégias de avaliação da eficácia dos projectos

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas têm essencialmente um carácter de fórum de discussão privilegiando o debate e todos os métodos que permitem e incentivam a activa participação dos estudantes. A avaliação da aprendizagem será feita com base em três aspectos: a) Participação nas sessões (15%): A participação activa durante as sessões. b) Conhecimentos e competências adquiridos: Os conhecimentos e as competências adquiridas serão avaliados através da elaboração e apresentação das linhas gerais de um programa ou projecto de intervenção social. Estas linhas gerais deverão conter pelo menos: 1). Descrição sumária do contexto social onde se enquadra o problema; 2). Diagnóstico do problema social; 3). Descrição sumária do problema e seus impactos sociais no contexto social; 4). Linhas gerais da estratégia de planeamento para a resolução do problema diagnosticado; 5). Conclusão reflexiva sobre a problemática.

Bibliografia principal

BARBIER, J.-M., (1991). Élaboration de Projets d'Action et Planification. Paris: PUF
BOURDIEU, P., (1993).Comprendre in La Misère du Monde. Paris, Seuil BOUTINET,
J. P. (1990). Antropologia do projecto. Lisboa: Instituto Piaget BOYLE, P.G. (1981). Planning Better Programs. New York :McGraw-Hill Book
CERVERO, R.M. e WILSON, A.L. (1994). Planning Responsibly for Adult Education. San Francisco: Jossey-Bass Publishers
COSTA Lobo, M., 1999. Planeamento Regional e Urbano. Universidade Aberta, Lisboa.
FUKUDA-PARR, S., LOPES, C., MALIK, K., (eds.) (2002). Capacity for Development: New Solutions to Old Problems. New York: Earthscan Publications, UNDP
GUERRA, I. (2002). Fundamentos e Processos de uma Sociologia de Acção. S. João do Estoril: Principia.
OBANDO, Sergio (coord.). (2000). Diagnóstico e Planejamento do Desenvolvimento Sustentável Local: A Experiência de Santa Maria da Boa Vista. PCT INCRA-FAO, http://www.incra.gov.br/fao/Moxoto.zip