Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Desigualdades, Inclusão e Exclusão Social

Curso

Sociologia

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

133 | 47

Código

ULHT45-16969

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

I - Diversidade, diferenças e integração - Socialização e construção de identidades e laços sociais; - Integração, igualdade, justiça social, desenvolvimento, coesão (social e territorial) - pessoa, dignidade e respeito; - Instituições, moral e ética. II - Globalização, mercados, criação de valor e pós-capitalismo - Tecnologias e sociedade do conhecimento - Novos problemas laborais. III - Desigualdades, impactos e desafios na sociedade contemporânea - domínios e tipos de desigualdades e exclusões; - categorias sociais mais vulneráveis; - contextos, causas, e condições - pobreza, precariedade; - métodos e medidas das desigualdades. IV - Politicas, planos de luta contra as desigualdades e desenvolvimento - luta contra a pobreza, exclusão, desemprego; - Políticas sociais, laborais e educativas;

Objetivos

Os objectivos da U.C. centram-se na compreensão da complexidade, diversidade e mudança das sociedades humanas, ligando diferentes dimensões - biológicas, psicológicas, sociais, históricas, económicas, políticas, culturais, ambientais, modo de agir, de pensar e interagir - numa perspectiva critica. Compreender o lugar e a função da diversidade, e suas envolventes de colaboração, conflito e violência, nos itinerários da história dos diferentes tipos de organizações sociais e culturais das sociedades humanas; Compreender os fundamentos da dignidade da pessoa (seus direitos e responsabilidades) dos modos de viver em conjunto (respeito e reconhecimento), dos seus impactos nas desigualdades (entre indivíduos, grupos, regiões e sociedades) e dos vários tipos de estratégias desenvolvidas. Compreender e saber utilizar diferentes teorias, metodologias e técnicas adequadas aos diferentes "objectos" das desigualdades.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Para procurar atingir os objectivos previstos procurar-se-à promover a aprendizagem para produzir conhecimento científico sobre as desigualdades, nomeadamente: aprendendo a problematizar e conceptualizar (questões, hipóteses, quadros teóricos) objectos de investigação; aprendendo a recolher e a analisar informação com metodologias e técnicas adequadas (indicadores quantitativos e qualitativos); e aprendendo a procurar e elaborar soluções estratégicas e correspondentes medidas de interacção e avaliação.

Metodologias de ensino e avaliação

Constitui um processo que combina actividades escolares directamente dirigidas à produção do trabalho teórico e metodológico que permitam a execução do trabalho empírico. Assim, terá por fundamento duas áreas articuladas entre si: A área de formação e debate estruturada a partir de dois tipos de aulas: 1 - as primeiras aulas são teóricas e teórico-práticas, com particular incidência nas questões epistémicas; 2 - as segundas destinam-se ao apoio e debate para a construção dos trabalhos finais, com corpus teórico e metodológico elaborados coerentemente. Avaliação realiza-se com as seguintes componentes: Participação e envolvimento do aluno nas discussões - 25 % Elaboração de recensões críticas de 4 textos e trabalho escrito sobre um tema do programa - 25 % Exercício escrito em aula e discussão dos trabalhos- 50 %

Bibliografia principal

Castell, R., 1998 (1995). As Metamorfoses da Questão Social. Uma Crónica do Salário (6º ed.). Petrópolis: Ed. Vozes.
Costa, A.F. (2012). Desigualdades Sociais Contemporâneas. Lisboa: Ed. Mundos Sociais.
Drucker, P. (2003). Sociedade Pós-Capitalista. Lisboa: Actual Ed. Dubet, F. (2014). La préférence pour l'Inègalité. Comprendre la Crise des Solidárités. Paris: Seuil.
Rodrigues, C.F. (coord), (2012). Desigualdade Económica em Portugal. Lisboa: FFMS
Sandel, K. (2011). Justiça. Fazemos o que Devemos?. Lisboa: Ed. Presença.
Silva, F.C. (2013). O Futuro do Estado Social. Lisboa: FFMS
Stiglitz, J. (2013). O Preço da Desigualdade. Lisboa: Bertrand Ed.
Wilkison, R. & Pickett, K. (2010). O Espirito da Igualdade. Por que Razão Sociedades Mais Igualitárias Funcionam Sempre Melhor. Lisboa: Ed. Presença