Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Introdução à Estatística para as Ciências Sociais

Curso

Sociologia

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

133 | 47

Código

ULHT45-16968

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Introdução à estatística
1.1. O papel da estatística na pesquisa social
1.2. Conceitos básicos: população, amostra, variável
1.3. Escalas de medida das variáveis
1.4. Análise univariada, bivariada e multivariada
1.5. Estatística descritiva e estatística indutiva
2. Estatística descritiva univariada
2.1. Distribuição de frequências
2.2. Apresentação dos dados (quadros e gráficos)
2.3. Medidas de localização e de dispersão
3. Análise bivariada
3.1. Cruzamentos entre variáveis
3.2. Apresentação dos dados (tabelas de contingência e gráficos)
3.3. Testes para a significância estatística
3.4. Medidas de associação
Nota: Grande parte dos conteúdos do programa é trabalhada com recurso ao software SPSS (Statistical Package for the Social Sciences), actualmente apresentado sob o nome de IBM SPSS Statistics.

Objetivos

Os principais objectivos são proporcionar aos alunos o desenvolvimento de competências: i) na utilização da estatística como ferramenta de análise de dados no âmbito da pesquisa sociológica; ii) na utilização de programas informáticos de análise estatística de dados direccionados para as ciências sociais.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

No final do semestre, os alunos deverão ser capazes de: i) identificar os níveis de medida das variáveis; ii) selecionar as técnicas e medidas da análise estatística univariada e bivariada adequadas a cada nível de medida das variáveis; iii) utilizar o SPSS para efectuar análise estatística univariada e bivariada; iv) apresentar graficamente os resultados dos tratamentos estatísticos; v) interpretar os resultados dos tratamentos estatísticos e redigir relatórios de análise desses dados.

Metodologias de ensino e avaliação

O processo de transmissão e aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de competências inclui duas componentes: 1) uma componente de aulas teóricas, onde são apresentados os principais conteúdos do programa; 2) uma componente de aulas práticas, onde se recorre à realização de exercícios de aplicação dos conhecimentos, utilizando, para alguns deles, o SPSS. A avaliação contínua consiste na realização de um exercício individual e de um trabalho de grupo, sendo ainda ponderada a presença e participação nas aulas. A nota final dos alunos que cumprirem os dois momentos de avaliação resulta da seguinte ponderação: Exercício individual 40%; Trabalho de grupo 40%; Presença e participação nas aulas 20%. Ficarão aprovados os alunos que obtiverem uma média igual ou superior a 9,5 valores. Os que obtiverem média inferior a 9,5 valores poderão recorrer a exame final.

Bibliografia principal

Barroso, Mário, Eleutério Sampaio e Madalena Ramos (2003), Exercícios de Estatística Descritiva para as Ciências Sociais, Lisboa, Edições Sílabo. Bryman, Alan e Duncan Cramer (2003), Análise de Dados em Ciências Sociais. Introdução às Técnicas Utilizando o SPSS para Windows, Oeiras, Celta Editora, 3ª edição.
Laureano, Raul M. S. e Maria do Carmo Botelho (2010), SPSS. O meu Manual de Consulta Rápida, Lisboa, Edições Sílabo.
Laureano, Raul M. S. (2011), Testes de Hipóteses com o SPSS. O meu Manual de Consulta Rápida, Lisboa, Edições Sílabo.
Maroco, João (2007), Análise Estatística com Utilização do SPSS, Lisboa, Edições Sílabo, 3ª edição.
Reis, Elisabeth (1998), Estatística Descritiva, Lisboa, Edições Sílabo, 4ª edição.
Reis, Elisabeth, Paulo Melo, Rosa Andrade e Teresa Calapez (1997), Estatística Aplicada, vols. 1 e 2, Lisboa, Edições Sílabo, 4ª edição.