Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Sociedades do Espaço Lusófono e Cooperação

Disciplina do Curso

Sociologia

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

133 | 47

Código

ULHT45-7161

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1º - O ambiente das relações lusófonas 1.1.Portugal, potência colonizadora e o seu contributo para unidade das Sociedades do Espaço Lusófono. 1.2.Fundamentos culturais: o legado colonial, a configuração geo-histórica e plurinacionalização da língua portuguesa 2º - A complexidade económica, cultural e sociopolítica das Sociedades do Espaço Lusófono 3ª - Lusofonia e comunidade lusófona: o problema do consenso histórico, a CPLP (fundamentos, características, evolução e perspectivas futuras), unidade e diversidade no Espaço Lusófono. 4º - A importância da cooperação no espaço lusófono: segurança humana, crescimento económico e a sociedade civil. 5º - A cooperação da União Europeia com os países do espaço lusófono.

Objetivos

A partir de uma abordagem interdisciplinar, integrando na Sociologia perspectivas e conceitos da História, Antropologia, Ciência Política, Relações Internacionais, (cooperação) e Economia, transmitir uma visão global da dinâmica de unidade e diversidade das sociedades no Espaço Lusófono, assim como do posicionamento das mesmas no cenário internacional, explorando particularmente a ligação cultural e a necessidade económica na relação/cooperação com todos os países membros.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Pretende-se que os alunos sejam capazes de: 1º - Compreender a importância de uma abordagem interdisciplinar (integrando na Sociologia perspectivas e conceitos da História, Ciência Política, relações internacionais Cooperação e da economia) nos estudos das Sociedades do Espaço Lusófono e Cooperação - SELC; 2º - Transmitir uma visão global da dinâmica de unidade e diversidade das S E LC, 3º - Entender o posicionamento das SELC no cenário internacional explorando particularmente a ligação cultural e a necessidade económica na relação/cooperação com todos os países membros.

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas têm essencialmente um carácter de forum de discussão privilegiando por isso o debate e todos os métodos que permitem e incentivam a activa participação dos discentes na aula. As sessões visam suscitar o debate e a reflexão sobre uma determinada temática e destinam-se a propiciar aos discentes um aprofundamento da reflexão sobre as Sociedades do Espaço Lusófono e Cooperação. Neste sentido, privilegia-se a condução das diferentes sessões de aprendizagem através de exposições orais apoiadas, quer com meios audiovisuais, quer suportes electrónicos (Internet). Privilegia-se essencialmente a avaliação contínua, consiste fundamentalmente na preparação e elaboração dos trabalhos; apresentação oral desses trabalhos nas aulas; intervenção nas aulas e finalmente numa prova escrita. Avaliação tradicional (exame) é para aqueles que normalmente não cumprem os critérios definidos para avaliação contínua ou não tenham obtido classificação positiva no regime de avaliação contínua.

Bibliografia principal

Afonso, M. M. (1995). Cooperação para o desenvolvimento: características, evolução e perspectivas futuras. Lisboa: CIDAC. Burgenmeieu, B. (1994). La sócio-Economie. Paris: Económica. Enders, A. (1994). Histoire de l'Afrique lusophone. Paris: Chandeigne.
Ferreira, M. (1988). Que futuro para a língua portuguesa em África? Lisboa: Alac.
Graça, P. (1994). O problema do consenso histórico na área lusófona. Lisboa: Instituto Superior de Ciências Sociais e Política. Margarido, A. (2000). A lusofonia e os lusófonos: novos mitos portugueses. Lisboa: Universitárias Lusófonas.
Murteira, M. (1988). Os Estados de língua portuguesa na economia mundial: ideologias e práticas do desenvolvimento. Lisboa: Presença.
Neves, F. S. (2000). A globalização societal contemporânea e o espaço lusófono: mitologias, realidades e potencialidades. Lisboa: Universitárias Lusófonas.