Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Sociologia da Cultura e do Conhecimento

Curso

Sociologia

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

133 | 47

Código

ULHT45-16971

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1 Construtivismo fenomenológico
1.1 - P. Berger e T. Luckmann: construção social da realidade;
2 Sociologia da acção
2.1 Alain Touraine: teoria e prática da sociologia da acção (sociedade pós-industrial, movimentos sociais e método de intervenção sociológica);
2.2 M. Crozier: mudança dos sistemas e organizações: o actor e o sistema, entre a norma e o poder;
2.3 R. Boudon: individualismo metodológico;
3 Perspectivas de síntese:
3.1 A. Giddens: a teoria da estruturação; e, modernidade;
3.2 Pierre Bourdieu - estruturo-construtivismo - o poder e o poder simbólico, o campo, o habitus, e, os capitais;
4 Trabalhos recentes:
4.1 L. Boltanski: crítica da sociologia pragmática;
4.2 A. Honneth: a categoria do reconhecimento e crítica;
5 - No debate dos novos problemas da sociedade:
5.1 U. Beck: sociedade de risco; modernização e reflexividade;
5.2 A. Giddens: modernidade, segurança e contingências; 5.3 M. Foucault: defesa e sociedade; segurança, território e população

Objetivos

O principal objectivo centra-se na consolidação do campo teórico conceptualmente preparado para o campo analítico necessário face à complexidade dos problemas sociais contemporâneos. Assim, o estudo dos principais autores, que constam no programa estabelecido, permitirão uma aprendizagem orientada para o encontro de instrumentos teóricos que, na sua articulação conceptual dentro da lógica e da coerência trarão uma mais-valia para o trabalho sociológico na compreensão dos novos fenómenos sociais decorrentes das contingências da sociedade contemporânea.Os objectivos que enformam o grande objectivo são: 1 Entrar no raciocínio sociológico que, produzido depois dos anos 70 trata dos novos paradigmas emergentes da sociologia com intercâmbios interdisciplinares; 2 Preparar os alunos para as futuras análises sociológicas, face aos novos fenómenos marcadas pela violência e pelas assimetrias; 3 Perceber a utilidade da matéria, na aplicação prática, com uma visita de estudo.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Preparação teórica para campos de competências em: 1 - estudos, investigação, investigação-acção, intervenção e aplicação; 2 - análises da realidade: segurança, comportamentos, representações, estruturas, mudanças, e, situações, processos, programas ou políticas, no domínio social, económico, político, cultural e simbólico; 3 - e, em temáticas sociais como: desigualdades, integração social, conflitos, violências e mudanças, cidadania, poder, partidos, políticas públicas, comunicação e dinâmicas culturais, valores, religiões e segurança.

Metodologias de ensino e avaliação

As primeiras aulas são teóricas para dar continuidade à temática. As restantes são teórico-práticas ou práticas. Nas primeiras a experiência da apresentação de trabalhos orais, com a participação de todos os alunos, leva a que todos tenham de ler o tema a trabalhar, face à necessidade de intervirem. Esta reflexão aparece nas questões por eles levantadas, na medida em que existe um debate final com a análise crítica do docente o final de cada apresentação Para além dos trabalhos apresentados, orais e escritos, é realizada uma visita de estudo. Obrigatória na avaliação dos alunos e é elaborado o respectivo relatório, sucinto, mas problematizado sobre a matéria. A visita é previamente preparada e, durante o percurso, são realizadas as explicações dentro do âmbito disciplinar A participação nas aulas e assiduidade é indispensável para a avaliação contínua Aos alunos que não entrarem no processo de avaliação contínua ou que não tiverem nota de passagem é feito um exame.

Bibliografia principal

Beck, U &, Giddens, A. & Lash, S. (2000). Modernização Reflexiva. Política, Tradição e Estética no Mundo Moderno. Oeiras:Celta Bottomore, T. & Nisbet, R. (1980). História da Análise Sociológica. Rio de Janeiro: Zahar Editores
Bourdieu, P. (2003). Questões de Sociologia. Lisboa:Fim de Século
_, (2001) O Poder Simbólico. Algés:Difel
Ferreira J. & al. (1995). Sociologia. Alfragide: Editora McGraw-Hill de Portugal
Corcuff, P. (2001). As Novas Sociologias. Sintra:Vraal
Foucault, M. (2000). Em Defesa da Sociedade. São Paulo: Martins Fontes
_, (2008). Segurança, Território, População. São Paulo: M. Fontes
_, (2008). Nascimento da Biopolítica. São Paulo:M. Fontes
Giddens, A (2005). As Consequências da Modernidade. Oeiras: Celta
Morin, E. & Kern, Anne (2001). Terra-Pátria. Lisboa: Inst. Piaget Pinto, M. (2011). Segurança. Perspectivas para uma sociologia da acção. Lisboa: Coisas de Ler Touraine, A. (1984). Le Retour de lActeur. Paris: Fayard