Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Bioestatística

Disciplina do Curso

Ciências Farmacêuticas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 60

Código

ULHT477-2193

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1 Estatística descritiva.
1.1 Tabelas de frequências e tipos de gráficos.
1.2 Tipos de variáveisConceitos de população e amostra.
1.3 Parâmetros de uma distribuição e estatísticas correspondentes.

2 Inferência estatística
2.1 Delineamento de estudos e tipos de amostragem.
2.2 A hipótese teste e a hipótese nula (H0).
2.3 Estimação pontual e/ou intervalar (intervalos de confiança)
2.4 Escolha do teste estatístico.

3 Testes de hipóteses paramétricos.
3.1 Teste t de Student
3.2 Análise de Variância: um factor e dois factores. Métodos de comparações múltiplas.

4 Testes de qualidade de ajustamento: Qui-Quadrado e Kolmogorov-Smirnov.

5 Testes de hipóteses não paramétricos.
5.1. Referência aos testes de Mann-Whitney, Kruskal-Wallis e Wilcoxon para variáveis ordinais e teste de McNemar¿s para variáveis nominais.

6 Tabelas de contingência,
6.1 Análise de tabelas de contingência.
6.2 Testes de independência.
7 Covariância. Correlação. Regressão linear.

Objetivos

Pretende-se com a unidade curricular de Bioestatística sensibilizar os alunos para a possibilidade de tratamento estatístico de questões essenciais ao desenvolvimento e aplicação nas mais variadas áreas do conhecimento.
A unidade curricular de Bioestatística tem como objetivo fornecer aos discentes ferramentas que lhes permitam aprender e assimilar conceitos em disciplinas subsequentes no âmbito da licenciatura.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Concomitantemente, pretende-se que o aluno desenvolva métodos de raciocínio que o habituem à resolução de problemas que normalmente virão a enfrentar, independentemente das matérias lecionadas.
A unidade curricular proporciona aos discentes ¿ferramentas estatísticas¿ que lhes permitem aprender e assimilar conceitos em unidades curriculares subsequentes no âmbito da licenciatura.

Metodologias de ensino e avaliação

As metodologias de ensino aprendizagem incluem diversos instrumentos, baseados no ensino magistral /tutorial e no ensino teórico-prático, presenciais. Outros instrumentos de caracter não-presencial (moodle p.ex.) completam e diversificam as opções disponibilizadas. Na componente teórico-prática são aprofundados alguns dos temas centrais do programa através da resolução de exercícios práticos.
O regime de avaliação é preferencialmente de caracter contínuo, e valoriza (A) a assiduidade e participação nas aulas TPs pela preparação prévia das Fichas a resolver e resolução de pequenos problemas em TP ou em casa (25%).
(B) 3 testes escritos ao longo do semestre (25% cada).
O resultado final é o somatório das componentes A e B: Classificação Final = A (25%) + B (25%+25%+25%). A nota mínima admissível para efeito de passagem é 10 (0/20) valores.
Regime de exame
O regime de exame final aplica-se aos alunos que por ele optem ou para os que não tiverem aproveitamento na avaliação continua.

Bibliografia principal

Kreyszig, E., Advanced Engineering Mathematics, 7th Ed., New York, John Wiley & Sons, 1993
Meyer, P. L., Probabilidade. Aplicações à Estatística, 2ª ed., Rio de Janeiro, Livros Técnicos, 1995
Mood, A. M. et al., Introduction to the theory of Statistics, 3rd. edition, Singapore, McGraw-Hill, 1974
Murteira, B. J.; Ribeiro, C.S.; Silva, J.A. e Pimenta, C., Introdução à Estatística, Portugal, McGraw-Hill, 2002
Robalo, A. , Estatística ¿ Exercícios (Vol. I e II), Edições Sílabo, 1990
Spiegel, M.R., Probabilidade e Estatística, São Paulo, McGraw-Hill, 1978
Spiegel, M.R. et al., Probability and Statistics, New York, McGraw-Hill, 2001
Oliveira, J.T., Probabilidades e Estatística: conceitos, métodos e aplicações, 1º e 2º Volume, Lisboa, McGraw-Hill, 1990
Zar, J.H., Biostatistical analysis, 2nd Ed., New Jersey, Prentice-Hall, 1984.
Daniel, W.W., Biostatistics: a foundation for analysis in the health science, 6th Ed., New York, John Wiley & Sons, 1995