Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Biomatemática e Estatística

Disciplina do Curso

Ciências Farmacêuticas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

125 | 75

Código

ULHT477-3073

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Probability
1.1. Algebra events
1.2. Probability concept
1.3. Simple and conditional probabilities

2. Random variables (V.A.)
2.1. discrete
2.2. continuous
2.3. Distribution function of a discrete V.A.
2.4. Distribution function of a continuous V.A.

3. Parameters
3.1. Value East, Fashion and median of a discrete V.A.
3.2. Value East, Fashion and Median of a V.A. continu
3.3. Simple point of discrete and continuous V.A.
3.4. Variance and Standard Deviation Discrete V.A..
3.5. Standard deviation and variance of continuous V.A.
3.6. Simple point of discrete and continuous va order
3.7. Central point of discrete and continuous V.A.
3.8. Function Generator Moments
3.9. Go. discrete and continuous


4. Discrete Distributions
4.1. binomial
4.2. hypergeometric
4.3. Poisson


5. Continuous Distributions
5.1. uniform
5.2. Normal Standard

Objetivos

As unidades curriculares (UC) de Biomatemática e sua sucessora, Biostatística, têm como objectivo fornecer aos discentes ferramentas que lhes permitam aprender e assimilar conceitos em unidades curriculares subsequentes no âmbito do mestrado integrado. Concomitantemente pretende-se que o aluno desenvolva métodos de raciocínio que o familiarizem com o planeamento experimental e resolução de problemas, que normalmente virão a enfrentar, independentemente das matérias leccionadas.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Pretende-se dar aos alunos os instrumentos fundamentais da Teoria da Probabilidade indispensável à compreensão da Estatística e essencial ao desenvolvimento e aplicação em várias áreas do conhecimento básico como sejam: Física, Química e Biologia, em sentido amplo. Deste modo, pretende-se sensibilizar os alunos para a possibilidade de tratamento estatístico de questões essenciais ao desenvolvimento e aplicação nas mais variadas áreas do conhecimento.

Metodologias de ensino e avaliação

As metodologias de ensino aprendizagem incluem diversos instrumentos, baseados no ensino magistral /tutorial e no ensino teórico-prático, presenciais. Outros instrumentos de caracter não-presencial (moodle p.ex.) completam e diversificam as opções disponibilizadas. As aulas teórico-práticas pretendem aprofundar e exercitar os temas leccionados nas aulas teóricas, proporcionando, desta forma, um contacto mais directo com os referidos temas.

O regime de avaliação é preferencialmente de caracter contínuo, e valoriza (A) a assiduidade e preparação prévia das Fichas a resolver nas aulas Teórico-práticas (10%) (B) 3 testes escritos (30% cada) (Final = A (10%) + B (30%+30%+30%)).

Regime de exame final
O regime de exame final aplica-se aos alunos que por ele optem ou para os alunos que não tiverem aproveitamento na avaliação continua.

Bibliografia principal

Proença, I.M. (2010). Estatística. Lisboa: Eudito.
Martins, E.G. (2005). Introdução à Probabilidade e Estatística (pp. 125-24). Departamento de Estatistica e Investigação Operacional FCUL: Sociedade Portuguesa de Estatistica. www.arquivoescolar.org, arquivo-e/97.
Robalo, A. (1990). Estatística - Exercícios (Vol. I e II): Ed. Sílabo.