Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Tecnologia Farmacêutica I

Disciplina do Curso

Ciências Farmacêuticas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 90

Código

ULHT477-3487

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Introdução ao processo de fabrico de medicamentos. Aspetos biofarmacêuticos das formas farmacêuticas. Estudos de pré-formulação em Tecnologia Farmacêutica em formas farmacêuticas sólidas. Formas farmacêuticas sólidas para administração oral. Pós. Granulados.
Comprimidos. Excipientes para comprimidos. Produção de comprimidos: compressão.
Acondicionamento e conservação de comprimidos. Ensaios de controlo de comprimidos.
Comprimidos revestidos. Cápsulas. Formas farmacêuticas de libertação modificada para administração oral.
Introdução à validação de métodos analíticos. Pós como forma farmacêutica. Análise de pós. Preparação e controlo de qualidade de um granulado efervescente. Estudo de préformulação para produção de comprimidos: determinação do tempo de mistura ótimo de um misturador. Produção e controlo de comprimidos. Estudo de estabilidade de comprimidos.
Encapsulação e controlo de qualidade de cápsulas. Ensaio de dissolução de formulações de libertação prolongada e retardada.

Objetivos

Numa perspetiva global, a Tecnologia Farmacêutica abrange os aspetos científicos e tecnológicos associados às fases a que um fármaco é sujeito no desenvolvimento e produção de uma forma farmacêutica adequada à sua administração.
Na unidade curricular de Tecnologia Farmacêutica I serão estudadas as formas
farmacêuticas sólidas para administração oral, com especial relevo para os métodos de produção e os respetivos ensaios de controlo de qualidade.
Será discutida a importância do conhecimento das propriedades físico-químicas dos fármacos em estudos de pré-formulação. Para as formas farmacêuticas estudadas serão apresentados os principais grupos de excipientes, materiais de acondicionamento e exemplos de formulações. Numa perspetiva industrial serão analisados os respetivos fluxos de produção e os procedimentos para a sua validação. Durante as aulas, o aluno adquirirá competências teóricas e práticas necessárias à preparação e controlo de qualidade das formas farmacêuticas sólidas.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

O aluno desenvolverá competências enquanto especialista do medicamento, na área da conceção de formas farmacêuticas sólidas para administração oral. Durante as aulas, o aluno adquirirá competências teóricas e práticas necessárias à preparação e controlo de qualidade destas formas farmacêuticas.

Metodologias de ensino e avaliação

A UC é constituída por aulas teóricas e práticas. As aulas teóricas são
magistrais e as práticas aprofundam os conteúdos lecionados. O material de apoio é disponibilizado atempadamente na plataforma on-line Moodle.
A avaliação da UC é efetuada através de regime de avaliação contínua, ou regime de exame final.
No regime de avaliação contínua, a nota final advém da média dos seguintes
componentes: 1.ª Frequência (35%) + 2.ª Frequência (35%) + Avaliação prática (30%)
Avaliação prática = Assiduidade (10%) + Participação/Desempenho (20%) +
Relatórios (20%) + Teste prático (50%)
No regime de exame, a avaliação incide sobre a totalidade dos conteúdos
programáticos, com a incidência de 70% de conteúdos teóricos e 30% práticos.
A melhoria de nota tem lugar através de prova oral. Os parâmetros supracitados aplicam-se também ao aluno com estatuto de trabalhador estudante

Bibliografia principal

- L. Nogueira Prista et al., Tecnologia Farmacêutica, Fundação Calouste
Gulbenkian, 8ª edição, Portugal, 2014
- Parfitt, K., Martindale, W., Martindale: The complete drug reference, London:
Pharmaceutical Press, 2007
- Rowe, R.C., Sheskey, P.J., Weller, P.J. Handbook of Pharmaceutical
Excipients. London: Pharmaceutical Press, 2003
- Michael E. Aulton, Kevin M. G. Taylor, Aulton´s Pharmaceutics The design
and manufacture of medicines, Elsevier, 4.ª edição, UK, 2013
- Farmacopeia Portuguesa ¿ IX Edição, Infarmed, Portugal