Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Veiculação de Fármacos

Disciplina do Curso

Ciências Farmacêuticas

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Trimestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

5 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 45

Código

ULHT477-5129

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Conceção de formas farmacêuticas. Sistemas de administração parentérica. Sistemas de administração oral. Sistemas de administração pulmonar. Sistemas de administração nasal. Sistemas de administração tópica e transdérmica. Sistemas de administração oftálmica. Sistemas de administração rectal e vaginal. Nanotecnologia farmacêutica e nanomedicina. Regulação e avaliação de medicamentos. Administração de produtos biofarmacêuticos. Novas tecnologias de veiculação de fármacos. Redação de artigo de revisão para divulgação científica e apresentação do trabalho em painel.

Objetivos

Os conhecimentos adquiridos em anos anteriores nas áreas da Tecnologia Farmacêutica, Farmacologia, Química Farmacêutica, Biofarmácia, Farmacocinética e Farmacodinâmica são integrados de forma inter-relacional na Unidade Curricular (UC) de Veiculação de Fármacos. É abordada de forma abrangente a nanotecnologia farmacêutica e a sua utilidade em nanomedicina. São ainda escrutinadas as vantagens de produtos biofarmacêuticos e as novas tecnologias de veiculação de fármacos. O conhecimento adquirido acerca da regulação e avaliação de medicamentos, de acordo com as normas regulamentares será uma mais valia para o percurso académico e profissional do aluno.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

O aluno desenvolverá competências enquanto especialista do medicamento, na área da conceção de formas farmacêuticas e aplicação de sistemas terapêuticos através de diferentes vias de administração. Serão também desenvolvidas competências na elaboração de um artigo de divulgação científica e apresentação de trabalho científico em painel.

Metodologias de ensino e avaliação

A UC é constituída por aulas teóricas e teórico-práticas. As aulas teóricas são magistrais e as teórico-práticas aprofundam os conteúdos lecionados, integrando-os num trabalho final com produção científica objetiva. O material de apoio é disponibilizado atempadamente na plataforma on-line Moodle.
A avaliação da UC é efetuada através de regime de avaliação contínua, ou regime de exame final.
No regime de avaliação contínua, a nota final advém da média dos seguintes componentes: 1.ª Frequência (35%) + 2.ª Frequência (35%) + Avaliação teórico-prática (30%)
Avaliação teórico-prática = Assiduidade (10%) + Participação/Desempenho (10%) + Artigo revisão (50%) + Poster/apresentação (30%)
No regime de exame, a avaliação incide sobre a totalidade dos conteúdos programáticos, com a incidência de 70% de conteúdos teóricos e 30% teórico-práticos.

A melhoria de nota tem lugar através de prova oral. Os parâmetros supracitados aplicam-se também ao aluno com estatuto de trabalhador estudante.

Bibliografia principal

- Eliana B. Souto, Carla M. Lopes, Novas Formas Farmacêuticas para Administração de Fármacos, Edições Universidade Fernando Pessoa, 1ª Edição, Portugal, 2012
- Farmacopeia Portuguesa - IX Edição, Infarmed, Portugal
- Michael E. Aulton, Kevin M. G. Taylor, Aulton´s Pharmaceutics The design and manufacture of medicines, Elsevier, 4.ª edição, UK, 2013
- Howard C. Ansel et al., Ansel¿s Pharmaceutical dosage forms and drug delivery systems, Lippincott Williams & Wilkins, 9.ª edição, USA, 2011