Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Educação Comparada. Metodologias e Problemáticas

Curso

Ciências da Educação (M)

Grau|Semestres|ECTS

Mestrado | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

125 | 24

Código

ULHT82-1-8931

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Tema 1 - A Educação Comparada. Percursos e construção de uma identidade
Tema 2 ¿ O campo e a carta da Educação Comparada. Principais quadros teóricos e implicações metodológicas
Tema 3 ¿ Globalização(ões). Um novo mundo para a Educação Comparada
Tema 4 - Velhos e novos modos de regulação transnacional das políticas de educação
Tema 5 - As organizações internacionais de natureza governamental como principais agentes globalizadores
Tema 6 - A globalização cosmopolita e a luta contra a exclusão social e por um outro mundo possível
Tema 7 ¿ Síntese: as grandes problemáticas da Educação Comparada

Objetivos

Num período de crescente interdependência entre povos e nações, designada por alguns de globalização, a Educação Comparada assume um lugar central nas Ciências da Educação. Com este programa pretende-se iniciar os estudantes de mestrado em quadros teóricos e analíticos que lhes permitam uma atitude comparatista no campo educativo e fornecer informação prática que permita a realização de pesquisa, nomeadamente na análise de políticas (e práticas) de

Metodologias de ensino e avaliação

Tratando-se de um grau académico predominantemente voltado para a aquisição de competências no plano da investigação, as metodologias de ensino usadas centram-se numa pedagogia da descoberta e da argumentação: consulta de bases de dados a partir de palavras-chave; conhecimento dos mais conhecidos indexadores de revistas científicas; treino na escrita científica (realizar um resumo, organizar um artigo; fazer uma recensão crítica).
A avaliação reflete essa pedagogia: apresentação escrita de uma recensão crítica de uma obra que cruze o programa e a problemática da dissertação do mestrando; apresentação oral de um tema, sublinhando os argumentos em confronto (ou complementares) de quadros teóricos diferentes

Bibliografia principal

Antunes, F. (2008). Nova Ordem Educacional, Espaço Europeu de Educação e Aprendizagem ao Longo da Vida. Coimbra: Almedina.
Arnove, R. F. & Torres (Ed.) (2013, 4th Ed.). Comparative Education. New York: Rowman & Littlefield.
Dale, R. (2001). Globalização e Educação: Demonstrando a Existência de uma ¿Cultura Educacional Mundial Comum¿ ou Localizando uma ¿Agenda Globalmente Estruturada para a Educação¿? Educação, Sociedade & Culturas, 16, 133-169.
Harvey, D. (2005). A Brief History of Neoliberalism. Oxford : Oxford University Press.
Held, D. & McGrew, A. (Eds) (2003, 2ª Ed.). The Global Transformation Reader. Cambridge, UK : Polity Press.
Nóvoa, A. (1998). Histoire & Comparaison. Lisbonne: Educa.
Phillips, D. & Schweisfurth (2008). Comparative and International Education. London: Continuum.
Santos, B. de S. (org.) (2001). Globalização: Fatalidade ou Utopia?. Porto: Afrontamento.
Teodoro, A. (2010). Educação, Globalização e Neoliberalismo. Lisboa: Edições Universitárias Lusófonas.