Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Projeto

Curso

Gerontologia Social (2.º ciclo)

Grau|Semestres|ECTS

Mestrado | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

162 | 24

Código

ULHT795-1919

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Construção do projeto de investigação, de estágio e profissional
1.Projeto de pesquisa e de intervenção
2.Elaboração do desenho do projeto
Enunciação do objeto (formulação do problema) e dos objetivos
A problemática e/ou quadro referencial teórico
3 Definição do quadro teórico
4 Estratégias de investigação qualitativa e quantitativa
Metodologia qualitativa e quantitativa
Métodos e Técnicas de Investigação
Universo e Amostra (tipos de amostra)
5Planificação do projeto

Objetivos

- Compreender os paradigmas e as tendênciasda investigação em gerontologia;
- Construir e definir questões de investigação exequíveis e fundamentar teoricamente;
- Reconhecer o melhor caminho a seguir para o desenvolvimento do desenho de investigação e de intervenção em gerontologia.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Os alunos nesta UC desenvolvem conhecimento a nível das metodologias de pesquisa e de intervenção de acordo com os padrões das ciências sociais e humanas e da gerontologia. Neste âmbito pretende-se que os mesmos desenvolvem capacidade de análise reflexiva e de argumentação que lhe permita construir ideias e defender teoricamente as teses em presença. Para além desta capacidade argumentativa espera-se que os mesmos adquiram capacidade para a construção de objetos de estudo e operacionalização do plano de trabalho realistas e fundamentados tendo em conta os contextos onde os mesmos irão ter lugar. Operacionalizar um projeto de pesquisa, de estágio e ou profissional.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas magistrais, com frequência voluntária, seguindo o programa da disciplina de acordo com os objetivos definidos. Aulas tutoradas, destinadas a esclarecer, clarificar e aprofundar os temas seccionados nas aulas magistrais, com auxílio de material didático adequado (exercícios práticos). A metodologia de ensino orienta-se para um processo dedutivo centrado nas competências dos discentes e para a compreensão e reflexão conceptual dos temas. A avaliação será contínua valorizando a participação dos discentes na dinâmica de aprendizagem- Avaliação do trabalho de projeto.

Bibliografia principal

1. BLAIKIE, Norman, (2000), Designing Social Research, Cambridge Polity Press (capítulo 4).
2. FLICK, Uwe (2005), Métodos Qualitativos na Investigação Científica, Lisboa, Monitor
3. Fortin, Marie Fabienne (2009), Fundamentos e etapas do Processo de Investigação, Loures: Lusodidática.
4. Hill, Manuela Magalhães e Hill, Andrew (2005), Investigação por questionário, Lisboa: Edições Silabo.
5. Moreira, Carlos Diogo (2007), Teorias e práticas de investigação, lisboa: iscsp.
6. Quivy, Raymond (1992). Manual de Investigação em Ciências Sociais. Lisboa: Gradiva.
7. Pérez Serrano, Gloria (2008). Elaboração de projectos sociais casos práticos. Porto: Porto Editora.
8. Vilelas, José (2009), Investigação, o processo de construção do conhecimento, Lisboa: Edições Silabo.
9. Schiefer, Ulrich et al (2007) MAPA, MAPA--manual de planeamento e avaliação de projectos, Lisboa, Princípia.