Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Reabilitação e Conservação de Edifícios

Curso

Arquitetura

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 3

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

4 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

84 | 45

Código

ULHT36-1857

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Reabilitação e conservação de edifícios antigos de construção corrente:
¿ Tipos de intervenção e regras de procedimento; avaliação e análise de patologias em edifícios antigos de construção corrente com vista à sua recuperação; opções face ao programa proposto.
Conservação de edifícios:
¿ Reforços estruturais; alvenarias e seus reforços; pavimentos e coberturas tradicionais; cantarias; rebocos tradicionais e correntes; estuques; materiais cerâmicos e de revestimento; redes de infraestruturas.
Metodologia do Projeto de reabilitação:
¿ Análise das características arquitetónicas das construções existentes; compatibilização de funções; princípios da intervenção mínima; operações regulares de manutenção.

Objetivos

(1) Aprender as metodologias próprias da arquitetura para conservar, recuperar e reabilitar edifícios antigos degradados e adaptá-los a outras funções e programas, tornando-os compatíveis com a legislação em vigor e com todas as exigências de segurança e conforto.
(2) Conhecer as regras básicas para introduzir melhorias estruturais e arquitetónicas, respeitando as características principais dos edifícios antigos e saber aproveitá-los sem os demolir, tendo em vista o equilíbrio energético e ambiental.
(3) Dominar a metodologia de levantamento e análise de edifícios antigos com vista à sua reabilitação física e funcional.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Os alunos ficarão com conhecimentos de base para conduzirem os levantamentos e os estudos necessários aos projetos e trabalhos de recuperação de edifícios antigos de construção corrente. Saberão interpretar as características do edificado antigo e interagir com os elementos estruturais, fachadas, coberturas e interiores, de forma a manter os elementos em bom estado de conservação, reforçando-os, quando necessário, evitando as demolições escusadas. Conhecerão também a melhor maneira de lidar com os materiais de construção e de revestimento antigos, interpretar as suas patologias e saber escolher os materiais adequados.

Metodologias de ensino e avaliação

A metodologia de ensino inclui uma estratégia diversificada com fases de:
¿ Exposição/exemplificação;
¿ Discussão e reflexão sobre os temas abordados;
¿ Aplicação simulada através da realização de estudos de reabilitação de um edifício.
Os alunos farão no decurso do semestre apresentações dos estudos práticos realizados, para avaliação de conhecimentos, com a graduação de 0 valores a 20.
A avaliação é contínua e haverá folha de presenças durante as aulas, mesmo nas de visita de estudo.

Bibliografia principal

Bibliografia Obrigatória
AGUIAR, José, e outros, (2002), Guião de apoio à reabilitação de edifícios habitacionais, LNEC, Lisboa
Cota: EC/394-BC
APPLETON, João 1ª ed., (2003), Reabilitação de edifícios antigos: Patologias e tecnologias de intervenção. Orion. Amadora.
Cota: AQ/251-BC
TEIXEIRA, Gabriela Barbosa, (1998), Diálogos de edificação: Estudo de técnicas tradicionais de construção, CRAT, Porto.
Cota: EC/2-BC
Bibliografia complementar
HENRIQUES, Fernando M. A. 3ª ed. (2001) ¿ Humidade em paredes. LNEC. Lisboa
Cota: EC/211
JODIDIO, Philip (2009), Green Architecture Now!. Taschen. Cologne.
Cota: AQ/296-BC
KIBERT, Charles J. (2008), Sustainable Construction. Green Building Design and Delivery. 2d Ed. John Wiley and Sons. New Jersey.
Cota: AQ/322-BC
MOMMERTZ, Eckard, MULLER, BBM (2008), Accoustics and Sound Insulation. Principles. Planning. Examples. Detail. Munich.
Cota: AQ/389-BC