Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Sistemas Construtivos IV

Curso

Arquitetura

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 3

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

84 | 45

Código

ULHT36-14608

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

¿ Pavimentos térreos. Deformação, reforços; recalçamento de fundações e isolamentos. Caixas de ar.
¿ Juntas de construção, trabalho e dilatação
¿ A humidade, o sol, a temperatura e os fenómenos físicos e químicos a considerar; tipo de materiais e de seções mais adequados a aplicar em acabamentos e nos diversos pormenores de obra. Pormenorização de materiais para interiores e para exteriores; secções e acabamentos; escalas e dimensões dos diversos pormenores.
¿ Fixações metálicas e adesivos. Consequências químicas e físicas das aplicações nos e a sua duração. Recuperações; isolamentos pelo exterior ¿ consequências para os acabamentos, ornatos e guarnecimentos.
¿ Ilhas de calor urbano.
¿ A cor dos materiais, revestimentos e a sua influência na durabilidade e na conservação.
¿ Massames, rebocos, estuques e massas secas. Aceleradores e retardadores. Tintas e vernizes. Origens. Polímeros e reações químicas.
¿ Os materiais modernos derivados da petroquímica.

Objetivos

¿ Revestimentos tradicionais e atuais de nova geração; juntas, uniões, secções e estereotomias.
¿ Argamassas e massames de pavimentos térreos.
¿ Remates dos materiais, autónomos e compostos; formas de aplicação; aglutinantes, colas e elementos de fixação aos suportes. Materiais modernos para revestimentos, os riscos de assentamento com adesivos em forras lamelares em fachadas e adesivos mais apropriados. Durabilidade dos derivados de madeira em exteriores.
¿ Conservação e manutenção - Life Cycle Costing. A sustentabilidade, recuperação, reutilização e reciclagem. Energia incorporada. Representações e pormenorizações nas escalas representativas; pormenores para exterior e interior.
¿ Elementos que interferem com as estereotomias; juntas de construção e de remate na conceção da arquitectura; pavimentos flutuantes.
¿ Especificações técnicas e certificação dos materiais; materiais "verdes" ou ecológicos.
¿ Durabilidade temporal e envelhecimento.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

¿ Escolha e decisão de acabamentos, forma de os fixar e combinar, a provável durabilidade, preservação e manutenção.
¿ Interferências mais gravosas nos revestimentos, os remates de diferentes materiais para interiores e exteriores, o conforto interior e a insolação.
¿ Matériais derivados da petroquímica, os UV; derivados da madeira em exteriores. Aglutinantes; remates dos materiais e alvenarias; gessos cartonados; divisórias amovíveis, vidro, metal, madeira, biombos, separadores, paredes móveis ou seccionadas. Os grandes espaços versáteis e a sua subdivisão; ripados e ecrans microperfurados; a luz e a sombra como divisórias virtuais; o vidro. O Light Design.
¿ Compatibilidade das argamassas e aglutinantes nas recuperações com as alvenarias antigas.
¿ Tintas, vernizes e preservadores.Componente ecológica, e exposição solar sobre os materiais.Mapas de acabamentos e especificações para cadernos de encargos.

Metodologias de ensino e avaliação

Vertentes teórico práticas muito acentuadas no decurso das aulas com a supervisão do Professor - Explicação teórica, esquemas, desenhos. Power Point e execução de trabalhos regulares diversificando a forma da percepção da Arquitetura através do desenho com representação manual e expedita para o desenvolvimento da criatividade, adestramento, sensibilidade artística e de escala.
- Escalas 1:50/1:20/1:1. Comparação de elementos construtivos à escala e em tamanho natural ¿ representação e comparação do geral com o particular. Representação gráfica das peças de um Projecto e de elementos construtivos.
Ponderação na nota final - trabalhos individuais de zero a vinte:
1 - executado na sala de aula
2 - executado na sala de aula
3 - executado na sala de aula
Poderá ser necessária a execução de mais trabalhos de aula que envolvam investigação e conhecimento, com classificação de zero a vinte.
Seminário/visitas a estaleiros, oficinas econferências .

Bibliografia principal

Bibliografia obrigatória
- Anker, Peder (2010). From Bauhaus to Ecohouse. Louisiana State University Press.
Cota: AQ 375 - BC
- Aquilino, Marie (2010). Beyond Shelter - Architecture and Human Dignity. Metropolis Books. New York.
Cota: AQ.580 - BC
- Henriques, Fernando M. A. (1993). Quantificação da chuva incidente em Paredes. LNEC. Lisboa.
Cota: EC/43-BC
- Natural Ventilation in the Urban Environment. Assessment and design (2005). Cristian Ghiaus and Francis Allard. Earthscan. London.
Cota: EC/1-BC.
- Mascarenhas, Jorge. Sistemas de construção, Vol I a X - Livros Horizonte.
Cota : AQ/83-BC , AQ/83.A-BC, AQ/83.B-BC, AQ/83.C-BC , AQ/83.D-BC , 405 -B-BC
-Mateus, João Mascarenhas (2002). Técnicas tradicionais de Construção de Alvenarias. Horizonte. Lisboa.
Cota: EC/173-BC
- Moita, Francisco (1987). Energia solar passiva. Lisboa. Imprensa Nacional. Lisboa.
Cota: AQ/376-BC.
- Viegas, João Carlos (1994). Qualificação de Componentes de Edifícios: Seleção de jane