Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Biologia Celular

Curso

Medicina Veterinária

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 60

Código

ULHT478-944

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Programa Teórico
UNIDADE I. APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA
UNIDADE II. O CONCEITO DE CÉLULA. ORIGEM E EVOLUÇÃO
UNIDADE III. ORGANIZAÇÃO INTERNA DE CÉLULA. ESTRUTURA E FUNÇÃO
UNIDADE IV. INTRODUÇÃO AO MÉTODO E ESCRITA CIENTÍFICA
UNIDADE V. AS CÉLULAS NO SEU CONTEXTO SOCIAL
UNIDADE VI. O CICLO CELULAR
UNIDADE VII.IMPORTÂNCIA DA BIOLOGIA CELULAR NA INVESTIGAÇÃO VETERINÁRIA
UNIDADE VIII. IMPORTÂNCIA DA BIOLOGIA DA REPRODUÇÃO NA INVESTIGAÇÃO VETERINÁRIA
Programa Prático
A célula animal. O microscópio óptico e de fluorescência. Organelos celulares e sua separação. Cultura celular. Determinação da viabilidade celular. Citometria de fluxo. Imunofluorescência e Imunocitoquímica. Ciclo Celular. Divisão celular. Morte celular.

Objetivos

A disciplina de Biologia Celular e do Desenvolvimento pretende integrar os conceitos de Biologia Celular pura e da Biologia do Desenvolvimento, enquadrando a arquitetura celular com o funcionamento dos componentes celulares e da célula como entidade estruturante de todos os seres vivos.
A importância do estudo da célula na investigação médica será realçada dando especial ênfase à compreensão das diferentes técnicas de biologia celular e suas aplicações na investigação biomédica e veterinária.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

O aluno será capaz de identificar a célula animal, compreender a importância da arquitetura celular no funcionamento da célula como entidade estruturante de todos os seres vivos. O aluno será ainda capaz de compreender as diferentes técnicas da biologia celular e sua aplicação na investigação biomédica.

Metodologias de ensino e avaliação

- A avaliação considera 50% para a componente prática e 50% para a componente teórica da Unidade Curricular.
AVALIAÇÃO PRÁTICA:
- Frequência de 2/3 das aulas Práticas (Obrigatório).
- Avaliação contínua baseada na realização de 2 fichas de avaliação (ficha 1: 35% e ficha 2: 35%), desempenho na apresentação do trabalho de grupo (25%) e assiduidade (5%).
- A nota mínima exigida na avaliação da componente prática é de 9,5 valores.
- Os alunos que reprovarem na componente prática não poderão efectuar a avaliação teórica.
A classificação final do aluno à componente prática será obtida pela seguinte fórmula:
NOTA PRÁTICA: 0,35 x Ficha de Avaliação 1 + 0,35 x Ficha de Avaliação 2 + 0,25 x Apresentação do trabalho de grupo + 0,05 x Assiduidade
AVALIAÇÃO TEÓRICA:
- A avaliação teórica será realizada através de duas frequências escritas.
- A nota mínima exigida na avaliação da componente teórica é de 9,5 valores

Bibliografia principal

1. Alberts B. et al., Molecular Biology of the Cell, Garland Publishing, Inc., New York, 6th Edition, 2014
2. Azevedo C e Sunkel C, Biologia Celular e Molecular, 5ª Edição, LIDEL, 2012
3. Lodish H. et al., Molecular and Cell Biology ¿ 8th Edition, W.H. Freeman and Company, 2016