Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Clínica de Animais de Companhia e Equídeos I

Curso

Medicina Veterinária

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

5 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

112 | 60

Código

ULHT478-8550

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

A profissão de Médico Veterinário de Animais de Companhia em Portugal
- Revisão sistemática, PICO, evidência na prática, decisão clínica. Medicina em 2014.
- Abordagem clínica ao paciente neonato e ao paciente geriátrico
- Abordagem a queixas inespecíficas no gato.
- Doenças neurológicas: principais doenças, diagnóstico e terapéuticas.
- Diagnóstico e tratamento da doença cardíaca conforme ACVIM.
- Doença oftalmológica: abordagem diagnóstica às queixas mais comuns.
- Doença imunomediada: abordagem diagnóstica e terapêuticas.
EQUINOS:
- Hematologia clínica.
- Cardiologia: como identificar problemas com significado clínico e diferenciá-los de situações funcionais.
- Neurologia: como abordar o cavalo com uma alteração locomotora, do estado de consciência ou do comportamento, com origem no sistema nervoso.
- Miopatias: abordagem diagnóstica.
- Odontologia: como abordar o cavalo com alterações dentárias.
- Abordagem clínica às doenças mais comuns do sistema locomotor.

Objetivos

Adquirir novos conhecimentos teóricos e práticos no domínio da abordagem clínica por problemas e tratamento de situações correntes em clínica de Animais de Companhia e Equinos e correlacioná-los com outras Unidades Curiculares..
Pôr em prática e desenvolver os conhecimentos teóricos adquiridos nas Unidades Curriculares pré-clínicas e clínicas prededentes.
No final do semestre pretende-se que o aluno seja capaz de reconhecer um problema clínico em Animais de Companhia e Equinos, com base na anamnese e sintomatologia, compreender os factores de risco, estabelecer uma lista de diagnósticos diferenciais, decidir e pôr em prática os diferentes métodos de diagnóstico diferentes e saber interpretá-los assim como saber determinar um prognóstico e efectuar um tratamento e saber os custos benefícios do tratamento e implementar medidas profiláticas.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

. Adquirir conhecimentos para tomar consciência da realidade atual na prática clínica em Portugal e no Mundo.
2. Saber aplicar conhecimentos para uma prática de medicina baseada na evidência.
3. Adquirir novos conhecimentos teóricos, casuística, perícia, método e visão clínica com vista à resolução de casos clínicos reais nas áreas de Neonatologia, Geriatria, Doença Neurológica, Doença Cardíaca, Doença Oftalmológica, Doença Respiratória e Doença Imunomediada.
4. Saber utilizar as bases para uma futura prática clínica coerente e fundamentada.
5. Pretende-se formar clínicos com uma visão terapêutica, profilática e preventiva.
EQUÍDEOS
1. Saber interpretar um hemograma e análises bioquímicas sanguíneas com alterações. Aprofundar a capacidade clínica neste domínio.
2. Saber reconhecer alterações ao normal, diagnosticar, adaptar o maneio e tratar afeções dentárias, cardíacas, neurológicos e musculares em equinos.

Metodologias de ensino e avaliação

Ambos os components, AC e Eq, têm o mesmo peso na avaliação final.
Teórica: exposição recorrendo a meios audiovisuais.
Práticas: aplicação dos conteúdos teóricos com casos clínicos.
Avaliação:
a- Avaliação contínua:
1) Prática: a) AC: 35% para a realização de pelo menos 3 relatórios de consulta e 65% para a prestação no acompanhamento das consultas; b) Eq: realização de um relatório de consulta, cuja primeira parte será entregue pelo aluno na 6ª semana do semestre e a segunda parte na 14ª semana do semestre.
2) Teórica: a) AC: 15% para 6 avaliações sobre os conteúdos da aula, 10% para a apreciação de um dos artigos discutidos e 75% para o momento de avaliação da 15ª semana de aulas; b) Eq: 25% para 11 avaliações no final da aula e 75% para o momento de avaliação da 15ª semana de aulas
b- Avaliação em exame final prática e teórica
A classificação final da unidade curricular corresponderá à média da avaliação prática (50%) com a teórica (50%).

Bibliografia principal

- Baxter G.M. (2011) Adams and Stashak's Lameness in Horses (6th ed.). Willey-Blackwell
- Reed S.M., Bayly W.M., Sellon D.C. (2009) Equine Internal Medicine (3rd ed.). Saunders
- Auer J.A., Stick J.A. (2011) Equine Surgery (4th ed.). Saunders
- Ettinger S., Feldman E. (2005) Textbook of Veterinary Internal Medicine. Saunders.
- Nelson R., Couto G.C. (2003) Small Animal Internal Medicine (3rd ed.). Mosby
- Birchard S.J., Sherding, R. G. (2000) Saunders Manual of Small Animal Practice (2nd ed.). Saunders
- Bonagura J., Kirk R. (2000) Kirk ¿s Current Vet. Therapy. Saunders
- Summers A. (2002) Commom Diseases of Companion Animals. Mosby