Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Clínica de Animais de Companhia e Equídeos II

Curso

Medicina Veterinária

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 3

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

5 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

84 | 60

Código

ULHT478-8556

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

ANIMAIS DE COMPANHIA:?
1 Desordens da motilidade esofágico-gastro-intestinal. IBD. Doenças ID e IG?
2 Diagnóstico e tratamento das 5 principais doenças hepáticas no cão e no gato?
3 Pancreatite aguda e crónica. IPE. Diagnóstico e tratamento da doença pancreática?
4 Doenças endócrinas: principais doenças, diagnóstico e terapéuticas?
5 As diferentes necessidades nutricionais e a idade?
6 Doença renal crónica, classificação IRIS, abordagem à IRA, FLUTD, urolitíase e ITU
7 Principais doenças em pequenos roedores, psitacídeos e répteis?

EQUINOS:?
1 Dermatologia: abordagem clínica de crostas e alopecia?
2 Doenças do sistema urinário: abordagem clínica a poliúria e polidipsia?
3 Endocrinologia: doenças mais frequentes?
4 Oftalmologia: enfâse em úlceras e uveíte?
5 Feridas em equinos: decisão cirúrgica, tratamento médico, opções cirúrgicas?
6 Medicina física e reabilitação: escolha do programa mais adaptado?
7 Medicina de asininos e muares: especificidades do maneio e doenças

Objetivos

ANIMAIS DE COMPANHIA
1. Adquirir novos conhecimentos teóricos, casuística, perícia, método e visão clínica com vista à resolução de casos clínicos reais nas áreas de Gastroenterologia, Doença Hepática, Doença Pancreática, Endocrinologia, Emergências e Doença Renal.
2. Consolidar conceitos em Nutrição clínica
3. Saber fazer uma abordagem diagnóstica e terapéutica às principais doenças de Animais Exóticos
4. Saber utilizar as bases para uma futura prática clínica coerente e fundamentada
5. Pretende-se formar clínicos com uma visão terapêutica, profilática e preventiva

EQUINOS
1. Saber diagnosticar, adaptar o maneio e tratar afeções dermatológicas, endócrinas, urinárias e oftalmológicas
2. Saber identificar diferentes tipos de feridas, a respectiva gravidade e complicações possíveis e escolher o tratamento adequado
3. Saber delinear um tratamento de medicina física e de reabilitação
4. Saber reconhecer, diagnosticar e tratar as afeções mais frequentes em asininos e muares

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

ANIMAIS DE COMPANHIA
1. Adquirir novos conhecimentos teóricos, casuística, perícia, método e visão clínica com vista à resolução de casos clínicos reais nas áreas de Gastroenterologia, Doença Hepática, Doença Pancreática, Endocrinologia, Emergências e Doença Renal.
2. Consolidar conceitos em Nutrição clínica
3. Saber fazer uma abordagem diagnóstica e terapéutica às principais doenças de Animais Exóticos
4. Saber utilizar as bases para uma futura prática clínica coerente e fundamentada
5. Pretende-se formar clínicos com uma visão terapêutica, profilática e preventiva

EQUINOS
1. Saber diagnosticar, adaptar o maneio e tratar afeções dermatológicas, endócrinas, urinárias e oftalmológicas
2. Saber identificar diferentes tipos de feridas, a respectiva gravidade e complicações possíveis e escolher o tratamento adequado
3. Saber delinear um tratamento de medicina física e de reabilitação
4. Saber reconhecer, diagnosticar e tratar as afeções mais frequentes em asininos e muares

Metodologias de ensino e avaliação

Ambos os componentes: AC e Eq têm o mesmo peso na avaliação.
Teórica: exposição da componente programática recorrendo ao uso de meios audiovisuais (powerpoint, etc) e de e-learning.
Práticas: AC: aplicação dos conteúdos teóricos com casos clínicos. Eq: procedimentos de medicina desportiva e casos clínicos.

A avaliação será realizada de acordo com uma das seguintes formas:
a- Avaliação contínua:
1) Avaliação prática:
a) AC: 25% 3 relatórios de consulta, 50% ¿case report¿ e 25% para a prestação no acompanhamento das consultas; b) Eq: realiza-se no final de cada aula.
2) Avaliação teórica:
a) AC: 15% para 4 avaliações sobre os conteúdos da aula, 10% para a apreciação de um dos artigos discutidos e 75% para avaliação escrita; b) Eq: teste no final de cada modulo

b - Avaliação em Exame Final
Caso o aluno não obtenha aprovação por avaliação contínua poderá ser avaliado em exame final.

Bibliografia principal

- Summers, A. (2013) Common Diseases of Companion Animals (3rd ed.) China: Elsevier Mosby
?- Birchard S.J., Sherding, R. G. (2006) ¿ Saunders Manual of Small Animal Practice (3rded.). St. Louis: Saunders
?- Bonagura, J, Twedt, D. C. (2009) ¿ Kirk ´s Current Vet. Therapy XIV. St. Louis: Saunders
?- Ettinger S, Feldman E. (2010) ¿ Textbook of Veterinary Internal Medicine (7thed.). St Louis: Elsevier Saunders.
?- Ettinger S, Feldman E. (2005) ¿ Textbook of Veterinary Internal Medicine (6thed.). St Louis: Elsevier Saunders.
- Nelson, R., Couto, G. (2009). Small Animal Internal Medicine (5thed.). St. Louis: Elsevier Mosby
?- Nelson R, Couto G. (2003). Small Animal Internal Medicine (3rded.). St. Louis: Mosby
- Auer, J.A., Stick, J.A. (2005) Equine Surgery (3rd ed.). St Louis: Elsevier Saunders
- Reed, S.M., Bayly, W.M., Sellon D.C. (2010) Equine Internal Medicine, (3rded.). St Louis: Saunders Elsevier.