Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Comportamento, Bem-Estar e Proteção Animal

Curso

Medicina Veterinária

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 60

Código

ULHT478-8505

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. MECANISMOS BASE DO COMPORTAMENTO:
a) Etograma e folha de registos comportamentais
b) Órgãos dos sentidos e influência nas respostas comportamentais em cada espécie(feromonas)
c) Diferentes hormonas e influência nas respostas comportamentais

2. MECANISMOS BASE DO BEM-ESTAR ANIMAL (BEA):
a) Definições e conceitos
b) 5 Liberdades como início do processo de avaliação de BEA
c) Indicadores fisiológicos: resposta cardíaca, respiratória, pressão arterial, catecolaminas, cortisol e outras
d) Indicadores imunológicos: relação entre a doença e o BEA
e) Indicadores produtivos: relação entre a produção e o BEA
f) Indicadores comportamentais: agressividade, apatia, esterotipias e outros desvios comportamentais relacionados com o BEA
g) Definição de Stresse como resposta fisiológica e comportamental (fuga ou luta)

3. ETOLOGIA DAS DIFERENTES ESPÉCIES DOMÉSTICAS

4. DISTÚRBIOS COMPORTAMENTAIS EM ANIMAIS DE COMPANHIA

5. BEM-ESTAR E PROTECÇÃO DOS ANIMAIS SOB CUIDADO HUMANO

Objetivos

1.Sensibilizar para a importância do estudo do comportamento animal
2.Abordar os métodos de estudo do comportamento e métodos de amostragem
3.Adquirir conhecimentos sobre os mecanismos e os padrões comportamentais nas diferentes espécies animais
4.Capacitar o estudante para o entendimento das consequências da interacção Homem/Animal
5.Proporcionar o desenvolvimento de aptidões clínicas que permitam diagnosticar um distúrbio comportamental
6.Conhecer a legislação vigente relacionada com o bem-estar animal em geral, e aplicada, concretamente, às diferentes actividades agro-pecuárias, à actividade clínica, laboratorial e espécies silvestres em cativeiro
7.Compreender as bases científicas e filosóficas do bem-estar animal (BEA), tornando o médico veterinário num crítico segundo diferentes perspectivas para diferentes animais em diferentes situações
8.Saber aplicar os conhecimentos de BEA em áreas profissionais específicas, reconhecendo as implicações da ética e legislação no BEA

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

1.Sensibilizar para a importância do estudo do comportamento animal
2.Abordar os métodos de estudo do comportamento e métodos de amostragem
3.Adquirir conhecimentos sobre os mecanismos e os padrões comportamentais nas diferentes espécies animais
4.Capacitar o estudante para o entendimento das consequências da interacção Homem/Animal
5.Proporcionar o desenvolvimento de aptidões clínicas que permitam diagnosticar um distúrbio comportamental
6.Conhecer a legislação vigente relacionada com o bem-estar animal em geral, e aplicada, concretamente, às diferentes actividades agro-pecuárias, à actividade clínica, laboratorial e espécies silvestres em cativeiro
7.Compreender as bases científicas e filosóficas do bem-estar animal (BEA), tornando o médico veterinário num crítico segundo diferentes perspectivas para diferentes animais em diferentes situações
8.Saber aplicar os conhecimentos de BEA em áreas profissionais específicas, reconhecendo as implicações da ética e legislação no BEA

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas Teóricas: exposição dos conteúdos teóricos com recurso a meios audiovisuais. Procura-se o envolvimento dos alunos através da análise e discussão dos conceitos e realização de trabalhos.

Modalidades de avaliação:
- Avaliação contínua: 2 avaliações escritas.
- Exame final em caso de não aprovação na avaliação contínua

Aulas Teórico-Práticas: aplicar e aprofundar alguns temas lecionados nas aulas teóricas, bem como análise de casos-estudo na área do Bem-estar e da Bioética.

Modalidades de avaliação:
- Avaliação contínua: 1 trabalho individual (35%), 1 teste escrito de avaliação de conhecimentos (50%), assiduidade, pontualidade e participação (15%)
- Exame final em caso de não aprovação na avaliação contínua

A classificação final da UC corresponde à média ponderada da avaliação teórico-prática (50%) e teórica (50%).

Bibliografia principal

- Broom, D.M. & Johnson, K.G. (1993). Stress and Animal Welfare. London: Chapman and Hall
- Chamove, A.S. (1989) Environmental enrichment: a review. Animal Technology 40(3), 155-177
- Horwitz, D.; Mills, D. & Heath, S. (2002) BSAVA Manual of Canine and Feline Behavioural Medicine. Dorset: BSAVA.
- Landsberg, G.M., Hunthausen, W.L. & Ackerman, L.J. (2012). Behaviour problems of the dog and cat. (3ª ed.).
Saunders Elsevier.
- Overall, K. (1997). Clinical Behavioral Medicine for Small Animals. (1ª ed.). Philadelphia: Mosby