Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Genética e Melhoramento II

Curso

Medicina Veterinária

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

112 | 60

Código

ULHT478-8515

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

- Genética das populações ¿ frequências génicas e genotípicas, lei de Hardy-Weinberg e seus pressupostos
- Genética Quantitativa ¿ valor fenotípico, valor genotípico, desvio de dominância e epistasia, seleção
- Genética Quantitativa versus Genética Qualitativa
- Heritabilidade e implicações nos esquemas de seleção animal
- Esquemas de cruzamentos em melhoramento animal
- Cosanguinidade, endocruzamentos e deriva genética ¿ Seleção assistida por marcadores
- Esquemas de seleção animal e programas de melhoramento animal
- Biotecnologia ¿ aplicações da engenharia genética: proteínas recombinantes, utilização de knock-outs, animais transgénicos, clonagem e tecnologias reprodutivas
- Recursos genéticos e o desenvolvimento sustentável ¿ conservação dos recursos genéticos; preservação do germoplasma animal, exemplo português

Objetivos

1- Conhecer os princípios básicos da Genética Quantitativa e de Populações
2- Analisar situações de parentescos e consanguinidade
3- Saber identificar e relacionar os diferentes tipos de cruzamentos genéticos
4- Saber avaliar os caracteres quantitativos
5- Saber identificar e relacionar os diferentes programas de melhoramento animal
6- Conhecer as principais técnicas aplicadas na biotecnologia e implicações na Medicina Veterinária
7- Compreender a importância e as formas de conservação dos recursos genéticos

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

1- Conhecer os princípios básicos da Genética Quantitativa e de Populações
2- Analisar situações de parentescos e consanguinidade
3- Saber identificar e relacionar os diferentes tipos de cruzamentos genéticos
4- Saber avaliar os caracteres quantitativos
5- Saber identificar e relacionar os diferentes programas de melhoramento animal
6- Conhecer as principais técnicas aplicadas na biotecnologia e implicações na Medicina Veterinária
7- Compreender a importância e as formas de conservação dos recursos genéticos

Metodologias de ensino e avaliação

Teórica: exposição da componente programática recorrendo ao uso de meios audiovisuais (powerpoint, etc) e softwares de e-learning.
Prática: aplicação dos temas lecionados nas aulas teóricas através de aulas laboratoriais onde são definidos protocolos de análise genética.

A avaliação assume as seguintes formas:
a- Avaliação contínua:
1) Prática - apresentação oral do trabalho (30%), ficha de avaliação individual (50%) e miniteste (20%)
2) Teórica ¿ realização de duas fichas de avaliação escrita (50% cada). As fichas de avaliação serão realizadas na semana após as férias da Páscoa e na 15ª semana de aulas.
A aprovação da avaliação prática e teórica é obtida com um mínimo de 9,5 valores.

b- Avaliação em exame final
Caso o estudante não obtenha aprovação por avaliação contínua poderá ser avaliado em exame final.
A classificação final da unidade curricular corresponderá à média ponderada da avaliação prática (50%) com a avaliação teórica (50%).

Bibliografia principal

- Nicholas, F.W. (2003) Introduction to veterinary genetics (2nd ed.). Oxford : Blackwell Publishing
- Gama, L. T. (2002) Melhoramento genético animal. Lisboa : Escolar Editora
- Falconer, D. S., & Mackay, T.F.C. (1996). Introduction to quantitative genetics (4th ed.). Harlow ; London ; New York: Pearson : Prentice Hall
- Stansfield, W. D., et. al., (1998). Biologia molecular e celular: teoria e exercícios. Lisboa : McGraw-Hill de Portugal
- Artigos científicos disponíveis online indicados pelos docentes