Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Patologia e Clínica das Doenças Infecciosas I

Curso

Medicina Veterinária

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

4 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

112 | 60

Código

ULHT478-8531

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Contexto ¿One Health¿, tríade das doenças inf., impor. em Saúde Pública e impacto sócio-económico
Identificação dos principais agentes inf que afectam felídeos, canídeos, e demais espécies de companhia/colecções de Zoo e Aquacultura, abordagem diagnóstica, terapêu. e noções de quarentena/isolamento
Contextualização microbiológica, histórica e de terminologia, importância do rápido diagnóstico e limitação da disseminação/transmissão,
Relevância epidemiológica, distribuição eco-espacial e temporal das principais doenças inf em canídeos, felídeos, aves/répteis de companhia, animais de zoo e aquariofilia,
Determinantes ambientais e mecanismos de transmissão/manutenção das doenças; abordagem preventiva e profiláctica. Diagnósticos diferenciais, prognósticos e tratamentos.
Identificação dos agentes etiológicos, patogenia, maneio profilático, tratamento e controlo sanitário em condições de agregação de animais com estatuto sanitário desconhecido,
Práticas e maneio de prevenção de doenças inf,

Objetivos

Apreender conhecimentos relativos às principais doenças infecto-contagiosas das principais espécies domésticas de companhia, exóticos, animais de Zoo e Aquariofilia ¿ agentes etiológicos, epidemiologia, patogenia, sintomatologia, quadro lesional, diagnóstico, tratamento, controle e medidas profilácticas;
2 - Compreender as relações entre hospedeiro e agente, bem como com o ambiente que o rodeia, desde o contacto inicial com o agente infeccioso até à resolução final da doença;
3 - Saber estruturar pensamento clínico, estar capacitado para formular diagnósticos diferenciais e solicitar os exames diagnósticos mais adequados ao esclarecimento do caso e consequente curso terapêutico/abordagem preventiva e curativa;
4 - Identificar factores de risco em medicina de população, e promover a articulação entre diferentes entidades de Saúde (ex.: doenças de notificação obrigatória), tendo por base o conceito de ¿One Health¿ e noção preventiva em zoonoses.

Metodologias de ensino e avaliação

O aluno que tenha frequentado no mínimo 2/3 das aulas práticas, poderá optar pelas seguintes formas de avaliação:
1. A.C ¿ Nota mínima de aprovação: 10 valores
a. Av ind baseada na realização de tarefa/ava no final da aula sobre os c. p. leccionados nessa mesma aula. Para aprovação à UC o aluno deve apresentar pelo menos 2 act. Ind. (das 5 prev) com relatório escrito, contarão apenas as 2 melhores notas dos alunos que apresentarem as 3 ava ind previstas.
b. Activ de grupo (máximo 5 p) no final das aulas P sobre o tema leccionado na mesma. Para aprovação à UC cada aluno deve apresentar pelo menos 4 activ de grupo das 8 previstas com relatório escrito, contarão as 4 melhores aval.
resolução de casos clínicos, protocolos vacinais, realização de procedimentos práticos, tarefas, resposta escrita a questões dos conteúdos leccionados nessa mesma aula. A nota final é uma média aritmética das 6 melhores notas (2 individual + 4 grupo) + reforço positivo* quando aplicado.
Reforço positivo: a a.c

Bibliografia principal

Aquatic Animal Health Code (OIE) http://www.oie.int/en/international-standard-setting/aquatic-code/access-online/ (07/07/2016)
Greene, C.E. (2006). Infectious diseases of the dog and cat. third ed. Saunders (W.B.) Co Ltd, St. Louis, Missouri.
Day, M.J. (2007); Guidelines for the Vaccination of Dogs and Cats, Journal of Small animal Pratice¿ WSAVA
Beer, J. (1999) Doenças Infecciosas em Animais Domésticos. Roca Brasil.
OIE (2004). Manual of Diagnostic Tests and Vaccines for Terrestrial Animals (mammals, birds and bees). Vol. 1 & 2.
Quinn, P.J., Carter, M.E., Markey, B.K., Carter, G.R. (1994) Clinical veterinarymicrobiology. Mosby Yearbook Ltd. Londres, Reino Unido.
Quinn, P.J., Markey, B.K., Carter, M.E., Donnelly, W.J., Leonard F.C. (2002) Veterinary Microbiology and Microbial DiseaseRamsey, I.K., Tennant, B.J. (2001) Manual of canine and feline infectious diseases. British Small Animal Veterinary Association. Gloucester, Reino Unido.
Terrestrial Animal Health Code (OIE) http://www.oie.