Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Patologia e Clínica das Doenças Infecciosas I

Curso

Medicina Veterinária

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

4 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

112 | 60

Código

ULHT478-8531

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1- Principais doenç. infecciosas (DI) em clínica de animais de companhia, exóticos, zoo e aquacultura - Contexto ¿One Health¿, tríade nosológica, Saúde Pública e impacto sócio-económico- Identificação dos principais agentes infecciosos, diagnóstico, terapêutica e quarentena/isolamento.
2- Enquadramento da Prática Clínica de DI - Contextualização microbiológica, histórica e terminologia, importância do diagnóstico e limitação da transmissão,
- Relevância epidemiológica, distribuição eco-espacial e temporal das principais DI em animais de companhia, animais de zoo e aquariofilia,
- Determinantes ambientais e mecanismos de transmissão das doenças; abordagem profiláctica. Diagnósticos diferenciais, prognósticos e tratamentos.
3- Particularidades das Patologias e Clínica das DI em Med. das Populações/Medicina de Abrigo
- Identificação dos agentes etiológicos, patogenia, maneio profilático, tratam. e controlo sanitário em condições de abrigo de animais com estatuto sanitário desconhecido

Objetivos

Apreender conhecimentos relativos às principais doenças infecto-contagiosas das principais espécies domésticas de companhia, exóticos, animais de Zoo e Aquariofilia ¿ agentes etiológicos, epidemiologia, patogenia, sintomatologia, quadro lesional, diagnóstico, tratamento, controle e medidas profilácticas;
2 - Compreender as relações entre hospedeiro e agente, bem como com o ambiente que o rodeia, desde o contacto inicial com o agente infeccioso até à resolução final da doença;
3 - Saber estruturar pensamento clínico, estar capacitado para formular diagnósticos diferenciais e solicitar os exames diagnósticos mais adequados ao esclarecimento do caso e consequente curso terapêutico/abordagem preventiva e curativa;
4 - Identificar factores de risco em medicina de população, e promover a articulação entre diferentes entidades de Saúde (ex.: doenças de notificação obrigatória), tendo por base o conceito de ¿One Health¿ e noção preventiva em zoonoses.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Após aprovação à Unidade Curricular o aluno deverá:
1- Saber desenvolver um raciocínio clínico objetivo e fundamentado relativo a um animal ou grupo de animais, efectuar um diagnóstico presuntivo e utilizar os meios de diagnóstico complemtentares mais adequados e contextualizados ao esclarecimento do caso clínico.
2- Saber identificar soluções preventivas e profiláticas e resolver problemas de maneio produtivo e reprodutivo associados às doenças tropicais estudadas, atendendo às condições edafo-climáticas e sócio-económicas; saber reconhecer as amostras biológicas apropriadas para a realização de diagnóstico laboratorial e preceder à sua recolha; saber efectuar possíveis métodos complementares de diagnóstico in loco e proceder ao envio seguro das amostras aos laboratórios de diagnóstico de referência e saber interpretar os resultados dos exames realizados.
3- O aluno deverá ser capaz de estabelecer planos sanitários preventivos, segundo as regras das entidades de sanidade animal .

Metodologias de ensino e avaliação

Freq. no mínimo 2/3 das aulas prát., poderá optar por aval. continua ou realização de exame(s) final(is). Nota mínima para aprovar em ambas componentes, P e T 10 val.- PRÁTICA 1. CONT. ¿ a .Aval. indiv. no final da aula (conteú. da aula). Mínimo de 2 em 5 activ. previstas (contarão as duas melhores).b. Activ. de grupo (<6 pax) sobre tema da aula. Mínimo de 4 de 8 activ. de grupo previsto (4 melhores notas). Nota prát. final = (2 indiv. + 4 grupo) /6, e reforço positivo (até 25% da nota pelo participação). 2.EX. FINAL P. escrita. T. - 1.CONT a. Nº de presenças (*) À presença de no mínimo 9 aulas acresce um valor (NOTA FINAL d) b.Testes de avaliação cont. (3x10%) ¿ 3 testes, conteúdos sem sobreposição com os da frequência (duração de 15´/teste) - Tabela 1. c. Frequência (70% nota final) ¿ realização na última aula T. do S. (duração de 75¿).d. NOTA FINAL= 3 testes 10% cada + Freq. (70%), (*) (valoração das presenças), Nota da UC= (T+ P)/2 2.EX. FINAL TEÓRICO escrito

Bibliografia principal

Aquatic Animal Health Code (OIE) http://www.oie.int/en/international-standard-setting/aquatic-code/access-online/ (07/07/2016)
Day, M.J., Horzinek, M.C., Schultz, R.D., Squires, R.A. (2016); Guidelines for the Vaccination of Dogs and Cats. WSAVA, Journal of Small animal Pratic, vol. 57, pp. 45
http://www.wsava.org/sites/default/files/WSAVA%20Vaccination%20Guidelines%202015%20Full%20Version.pdf
Greene, C.E. (2006). Infectious diseases of the dog and cat. third ed. Saunders (W.B.) Co Ltd, St. Louis, Missouri.
Markey, B., Leonard F., Archambault, M., Cullinane, A., Maguire, D. (2013). Clinical Veterinary Microbiology. 2nd Edition. Elsevier B.V., Mosby Ltd. ISBN: 9780723432371
OIE (2016). Manual of Diagnostic Tests and Vaccines for Terrestrial Animals 2016 (mammals, birds and bees).
http://www.oie.int/manual-of-diagnostic-tests-and-vaccines-for-terrestrial-animals/
OIE (2016). Manual of Diagnostic Tests for Aquatic Animals 2016